A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

17/07/2016 07:49

Após desentendimento por causa de caneta, homem é espancado até morrer

Fernanda Mathias
Madeira usada para golpear a vítima foi encontrada no local (Foto: O Pantaneiro)Madeira usada para golpear a vítima foi encontrada no local (Foto: O Pantaneiro)

Briga motivada por desentendimento quanto à venda de canetas acabou em morte no fim de tarde de ontem na cidade de Anastácio, a 136 quilômetros de Campo Grande.

Edson Jose Alves dos Santos, 38 anos, foi morto a golpes de paulada, conforme o boletim de ocorrência, o motivo é que teria pegado canetas para vender com Luis Carlos Rocha, 34 anos e não repassado o valor das vendas, de R$ 10,00 por caneta.

Preso em flagrante, Luís Carlos, conhecido como “Carlinho Cascão”, assumiu a autoria do crime. Jose Alves foi encontrado já morto, com cortes no rosto e traumatismo craniano. Ao lado do corpo, o pedaço de madeira usado no crime.

Luís Carlos ainda se livrou das roupas com vestígio de sangue, atiradas no Rio Aquidauana.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions