A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

10/06/2011 17:15

Após operação, Polícia Federal permanece em aldeias por três meses

Fabiano Arruda

Ação para coibir tráfico de drogas apreendeu 236,03 gramas de entorpecentes, segundo a PF

Policiais apreenderam carteiras de trabalho, utilizada por dono de bar para garantir pagamento de clientes. (Foto: Divulgação/PF)Policiais apreenderam carteiras de trabalho, utilizada por dono de bar para garantir pagamento de clientes. (Foto: Divulgação/PF)

Após cumprir 13 mandados de busca e apreensão nesta sexta-feira, nas aldeias Bororo e Jaguapiru, em Dourados, a Polícia Federal inicia hoje mesmo a segunda fase da ação nas reservas. O policiamento será permanente por pelo menos três meses e envolve policiais de outros estados, como Brasília (DF) e São Paulo (SP).

A corporação, que atuou em conjunto com a Força Nacional, prossegue com a instalação de base móvel no interior da reserva. Segundo a PF, serão realizados “policiamentos preventivos/ostensivos e procedimentos investigatórios com vistas a tornar ininterrupto o combate ao tráfico de drogas e outros ilícitos nas aldeias”.

Nas ações desencadeadas hoje, os policiais prenderam três pessoas, apreenderam veículos, drogas e armas. Dos três presos, um um foi liberado, informa a Federal.

De acordo com informações da corporação, entre as apreensões, foram encontradas porções de maconha (34,36 gramas) e cocaína (201,67 gramas); um revólver Taurus calibre 38 com seis munições; uma cédula de R$ 50, aparentemente falsa; um veículo Gol CLI, placas HRD-9561, e uma motocicleta, placas HSE-2230.

Os policiais iniciaram a operação hoje pela manhã. Um dos presos, conhecido como “Neguéri”, é acusado de venda da drogas.

Os federais chegaram ao bar de “Neguéri”, onde encontraram documentos de indígenas, como cartões do Bolsa Família, carteira de trabalho e cartões de créditos, que eram retidos por ele como garantia do pagamento de bebidas alcoólicas que os clientes consumiam no bar.

PFs de Brasília estão em Dourados, mas operação em aldeias é mantida em sigilo
A coordenadora da Funai (Fundação Nacional do Índio) em Dourados, Maria Aparecida Mendes de Oliveira, afirmou nesta quinta-feira que o órgão atua em ...
DOF apreende 1,6 tonelada de maconha em carga de lixo reciclável
Quatro homens foram presos suspeitos de transportarem 1.665 quilos de maconha no meio de carga de lixo reciclável em uma carreta. A droga seria levad...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions