A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018

15/12/2016 09:58

Assassino de médica está preso em Pedro Juan e será entregue ao Brasil

Rafael dos Santos foi preso à noite na região de Bella Vista Norte; ele é acusado de matar a médica Nislaine Benites, ontem de manhã

De Dourados
Rafael dos Santos chega à sede da Polícia Nacional, em Pedro Juan Caballero (Foto: Divulgação)Rafael dos Santos chega à sede da Polícia Nacional, em Pedro Juan Caballero (Foto: Divulgação)

Preso na noite de ontem (14) em uma estrada na região de Bella Vista Norte, o brasileiro Rafael dos Santos, 35, acusado de matar a médica Nislaine Colman Benites, 31, está recolhido na sede da Polícia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande.

De acordo com a polícia paraguaia, o brasileiro deve ser oficialmente expulso daquele país e entregue a policiais de Ponta Porã, que aguardam apenas a formalização do ato para trazê-lo ao Brasil, onde vai ficar preso. A expulsão depende de uma ordem da Justiça do Paraguai.

Rafael dos Santos foi preso em um bloqueio da Polícia Nacional na estrada que liga Bella Vista Norte a Concepción. Os policiais paraguaios fizeram a barreira depois de alertados sobre a fuga do criminoso.

Por volta de 7h30 de ontem, Rafael, que é corretor de imóveis, invadiu o posto de saúde 24 horas, na região do Grande Marambaia, em Ponta Porã, e matou com três tiros a médica Nislaine Colman Benites, com quem teve um relacionamento. Os dois estavam separados há pouco tempo e tinham uma filha pequena.

O delegado que cuida do caso, Patrick Linares, da 2ª Delegacia de Polícia de Ponta Porã, disse ao Campo Grande News que Rafael matou a ex-mulher com três tiros, na frente de outros funcionários do posto de saúde.

Ao ver o ex-marido chegando com uma arma na mão, Nislaine correu até a cozinha, mas Rafael invadiu o local e a executou. Depois saiu correndo e deixou cair o capacete. Câmeras de segurança gravaram o momento em que ele fugia do posto em uma moto cinza.

Nislaine também era enfermeira e depois de se formar em medicina foi contratada pela prefeitura através do programa Mais Médico. Ela era filha do vereador de Ponta Porã Marcos Bello Benites (PSDB), reeleito neste ano. A Câmara de Vereadores suspendeu a sessão solene que aconteceria hoje para entrega de homenagens.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions