A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

12/08/2015 14:43

Avião de ex-presidente do Paraguai faz pouso forçado e atropela moto

Helio de Freitas, de Dourados
Avião monomotor que estaria sendo pilotado por Juan Carlos Wasmosy pegou fogo após queda (Foto: Léo Veras/Porã News)Avião monomotor que estaria sendo pilotado por Juan Carlos Wasmosy pegou fogo após queda (Foto: Léo Veras/Porã News)

Um avião monomotor pertencente ao ex-presidente do Paraguai, Juan Carlos Wasmosy, fez pouso forçado nesta quarta-feira numa área rural entre os distritos de Bella Vista, no Departamento de Amambay, e Yby Yaú, em Concepción, a pelo menos 98 km da fronteira com Mato Grosso do Sul.

De acordo com o site Porã News, de Pedro Juan Caballero, a aeronave pegou fogo após o pouso, mas os ocupantes conseguiram sair ilesos. O avião estaria sendo pilotado pelo próprio Wasmosy, que foi presidente do Paraguai de 1993 a 1998.

Filiado ao Partido Colorado, Wasmosy esteve em Dourados em 1998, último ano de seu mandato, para participar da inauguração da Praça Paraguaia, no Jardim Itália. Aos 76 anos, ele é senador vitalício da República do Paraguai, além de engenheiro e empresário. O acidente ocorreu quando Wasmosy se deslocava da capital, Assunção, para sua fazenda, na região de fronteira com MS.

Sumiu do radar – Ainda de acordo com o site Porã News, por volta de 10h30 a aeronave deixou a frequência de controle de tráfego aéreo e fez uma manobra para um pouso forçado em uma estrada de terra. Além de Wasmosy, estavam na aeronave o tenente José Mieres e Petty Officer Edgar Valiente, segurança do ex-presidente.

Todos os ocupantes saíram ilesos. As primeiras avaliações indicam que o avião tenha sofrido uma avaria técnica e durante o pouso atingiu a rede de energia elétrica. Os fios foram arrebentados e postes arrancados.

Atropelou moto – Conforme o Porã News, durante o pouso forçado o avião atingiu uma motocicleta, pilotada por Laura Lopez, 20, que levava na garupa a filha, de quatro anos de idade. As duas foram levadas às pressas de helicóptero para o centro médico de Pedro Juan Caballero. A menina sofreu ferimentos mais graves e perdeu uma perna.

Moto que era pilotada por mulher de 20 anos ficou destruída após ser atingida por avião (Foto: Léo Veras/Porã News)Moto que era pilotada por mulher de 20 anos ficou destruída após ser atingida por avião (Foto: Léo Veras/Porã News)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions