ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 26º

Interior

Bebê encontrado em rodovia andou 3 km sozinho

Caso é investigado, mas a polícia e o Conselho Tutelar já adiantaram que não há indícios de maus-tratos

Por Dayene Paz | 21/06/2024 11:54
BR-060, em Sidrolândia, onde bebê foi visto sozinho. (Foto: Reprodução/Google)
BR-060, em Sidrolândia, onde bebê foi visto sozinho. (Foto: Reprodução/Google)

Bebê de dois anos de idade encontrado na BR-060, em Sidrolândia, a 71 km de Campo Grande, andou por 3 quilômetros sozinho até chegar na rodovia. O caso, registrado na quarta-feira (19) é investigado pela Polícia Civil, porém, a delegada Cynthia Gomes e o Conselho Tutelar já adiantaram que não há indícios de maus-tratos ou abandono.

A criança foi localizada por usuários da rodovia, na tarde de quarta-feira, só de cueca. O homem que a encontrou tirou a camiseta que vestia e cobriu o bebê, o levando até o posto da PRF (Polícia Rodoviária Federal) mais próximo. Os policiais acolheram a criança, a colocaram na viatura e saíram em diligências para tentar encontrar familiares.

Após poucos minutos, o pai do bebê viu a viatura da PRF na estrada e fez sinal, com objetivo de avisar sobre o desaparecimento do filho. Logo, foi informado que a criança estava dentro da viatura. "Ficou emocionado", disse uma testemunha, que pediu para ter o nome preservado.

A família mora em uma fazenda a cerca de 3 km de onde o menino foi encontrado. Quando foi achado, o menino havia saído de uma estrada de chão, que dá acesso a propriedade. Mãe e filho passaram por atendimento médico e foram ouvidos pelo Conselho Tutelar.

A mãe contou que há duas casas no terreno da família e que o filho falou que ia ver o "papai" na outra casa. Ela acreditava que a criança estava com o pai, mas quando foi verificar, não a encontrou. Então, a família saiu desesperada em buscas pelo menino, até localizá-lo na viatura da PRF.

A delegada informou que ainda vai ouvir os familiares, mas já adiantou que não há indícios de maus-tratos ou abandono. "Vamos ouvir apenas para saber o que aconteceu, se foi negligência ou algo inesperado. Mas, graças a Deus não teve um desfecho ruim, a criança não foi lesionada e não tem indícios de abandono", disse Cynthia.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias