A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

20/08/2019 17:18

Bombeiros levam 4 horas para controlar incêndio na margem de rodovia

Fogo começou em área de varjão e se aproximou de chácara perto da BR-163, na saída de Dourados para Campo Grande

Helio de Freitas, de Dourados
Incêndio começou por volta de meio-dia e só foi controlado há pouco (Foto: Divulgação)Incêndio começou por volta de meio-dia e só foi controlado há pouco (Foto: Divulgação)

O Corpo de Bombeiros levou quatro horas para controlar incêndio de grandes proporções que atingiu nesta terça-feira (20) área de vegetação na margem da BR-163, em Dourados, a 233 km de Campo Grande.

O fogo começou por volta de meio-dia em área próxima à concessionária Ford Caminhões, na saída para a Capital. Assim que foi acionado, o Corpo de Bombeiros deslocou duas equipes para controlar as chamas. Em seguida, outra equipe se dirigiu para uma chácara vizinha do local do primeiro incêndio, ameaçada pelas chamas.

Segundo o comandante da corporação em Dourados, tenente-coronel Humberto Jose Sepa de Matos Filho, o trabalho para apagar as chamas e impedir o fogo de se espalhar para outras propriedades só terminou por volta de 17h.

“O incêndio foi debelado antes de atingir a chácara. As chamas se alastraram rápido e foi preciso muito esforço da guarnição para fazer o combate”, explicou. Segundo o comandante, o fogo atingiu uma área de brejo e arbustos.

No dia 9 deste mês, outro grande incêndio atingiu lavouras de milho e pastagens nas margens da BR-463, entre Dourados e Ponta Porã. As chamas se aproximaram da rede de energia elétrica e provocou apagão em vários bairros.

A concessionária Energia informou que o incêndio do dia 9 afetou a rede de distribuição e provocou o desligamento automático do sistema. “A interrupção no fornecimento de energia durou em torno de cinco minutos. Após a redução da altura das chamas, o sistema foi religado automaticamente”.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions