A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Agosto de 2019

20/03/2019 08:40

Casal vai a júri popular por morte de menino asfixiado pela madrasta

Morte ocorreu em agosto do ano passado em Dourados; pai da criança e a madrasta, lutadores de MMA, estão presos

Helio de Freitas, de Dourados
Jéssica e Joel Tigre vão a júri popular em data ainda indefinida (Foto: Arquivo)Jéssica e Joel Tigre vão a júri popular em data ainda indefinida (Foto: Arquivo)

O lutador de MMA Joel Rodrigo Ávalo dos Santos, 26, o “Joel Tigre”, e a mulher dele, Jéssica Leite Ribeiro, 22, também atleta de artes marciais mixas, vão a júri popular pela morte de Rodrigo Moura Santos, de um ano e meio, ocorrida em agosto do ano passado em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Rodrigo era filho de Joel e estava aos cuidados da madrasta quando o menino morreu. A investigação policial apontou que a criança sofria maus tratos.

A decisão de mandar o casal a júri popular, em data ainda indefinida, foi tomada pelo juiz da 3ª Vara Criminal Eguiliell Ricardo da Silva. Joel está na PED (Penitenciária Estadual de Dourados) e Jéssica no presídio feminino em Corumbá.

Rodrigo morreu na manhã de 16 de agosto de 2018 na casa em que morava com o pai e a madrasta, no Jardim Márcia, região leste de Dourados.

O casal foi preso em flagrante. Na mesma semana, Jéssica confessou ter pisado “sem querer” no menino e contou que apertou com o joelho a barriga de Rodrigo na tentativa de fazê-lo parar de chorar. Ela inocentou Joel, mas o Ministério Público acusou o pai de saber dos maus tratos. A denúncia foi aceita em os dois viraram réus.

No despacho em que mandou o caso a júri popular, o juiz afirmou existir indício suficiente de autoria por parte da mulher. Quanto a Joel, o magistrado cita participação por omissão. O juiz também negou o pedido de liberdade feito pela defesa de Joel.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions