ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, TERÇA  18    CAMPO GRANDE 31º

Interior

Chuva alaga rodoviária e derruba prédio histórico no interior

Conforme o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), nas últimas 72 horas choveu 65 milímetros

Por Viviane Oliveira | 01/04/2024 10:09

A chuva de ontem (31) alagou o Terminal Rodoviário de Ribas do Rio Pardo e derrubou o que ainda restava do Edifício Salomão, prédio histórico da cidade, localizado na Rua José Coleto Garcia, no Bairro Centro Velho. Por falta de cuidados, segundo os moradores, o imóvel foi se deteriorando com o tempo e a estrutura já havia sido condenada pelo Corpo de Bombeiros.

O professor Clésio de Goes Ferreira disse que o prédio foi uma das primeiras construções da cidade, mas era um imóvel particular e vinha sofrendo com o tempo e o abandono. “Para nós é uma grande perda histórica, a arquitetura era muito bonita, era um ponto de referência para quem chegava no município. O prédio já tinha sido ocupado como residência, discoteca, casa de eventos e foi o primeiro cinema de Ribas”, contou.

Parte do prédio que estava abandonado desabou em razão da chuva (Foto: Direto das Ruas)
Parte do prédio que estava abandonado desabou em razão da chuva (Foto: Direto das Ruas)

Segundo o prefeito João Alfredo Danieze (PT), choveu muito nos últimos dias na cidade e as goteiras que aparecem no vídeo gravado por câmera de celular alagando o terminal enquanto os passageiros aguardavam os ônibus no saguão “não prejudicaram o atendimento”.

Quanto ao prédio que desabou, ele disse que já estava em ruínas há muito tempo e era um imóvel particular. “Tentou-se, tempo atrás, contato com a família, mas não logramos êxito. O imóvel não era tombado”, explicou.

Conforme o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), nas últimas 72 horas choveu 65 mm (milímetros). De acordo com o meteorologista Natálio Abrahão Filho, o volume esperado para o mês de março era de 167,1 mm, mas choveu 195 mm, ou seja, 28,7 mm a mais do que o esperado.

Edifício Salomão foi palco de shows, eventos e discotecas (Foto: Direto das Ruas)
Edifício Salomão foi palco de shows, eventos e discotecas (Foto: Direto das Ruas)

Tristeza - Os moradores lamentaram nas redes sociais sobre o fim que levou o prédio histórico da cidade. “Se a prefeitura não faz o tombamento para preservação cultural e histórica do imóvel, o tempo e o clima destrói”, disse Maria de Jesus Camargo. “Lá se foi uma parte da história de Ribas do Rio Pardo”, lamentou Mário Rodrigues. “Triste, dancei tanto neste clube, só ficará recordações", escreveu Izabel Alves de Souza.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias