A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Março de 2017

17/05/2013 17:49

Com 15 presos doentes, juíza manda fechar cadeia e suspender audiências

Nadyenka Castro

Com a constatação de que 15 pessoas estão com tuberculose na cadeia pública de Caarapó, distante 283 quilômetros de Campo Grande, a juíza Jeane de Souza Barbosa Ximenes Xavier, acatou pedido do MPE (Ministério Público Estadual) e determinou a interdição do local e a suspensão de audiências.

De acordo com a decisão dessa quinta-feira, um dos internos da cadeia estava com tuberculose e transmitiu a doença para outros. Treze detentos e dois estagiários estão doentes.

Como estes detentos têm contato com policiais, internos do semiaberto, funcionários do Fórum e familiares, a doença pode ser transmitida a muita gente e para que isso não aconteça, a magistrada fez uma série de determinações.

A cadeia pública deve ser interditada por 30 dias; as visitas suspensas; os detentos transferidos imediatamente; os presos em flagrantes devem ser encaminhados para outro local e as audiências com internos e policiais da delegacia devem ser suspensas.

A magistrada também determinou que a Secretaria de Saúde mande os agentes de saúde visitar as residências dos internos do regime semiaberto, para verificar se houve contaminação, e também que faça exames em todos os servidores do Fórum – incluindo juízes -, da Defensoria Pública e do MPE.

A Secretaria de Estado de Saúde deve encaminhar os resultados de exames já feitos no prazo de 24 horas.

De acordo com a Polícia Civil, nesta sexta-feira foram transferidos nove detentos para o Presídio Harry Amorim Costa, em Dourados. Os demais aguardam vagas.

Homem de 74 anos é morto a tiro em frente de casa por causa de fofoca
Jucelino Antônio Pereira, 74 anos, foi morto com um tiro no ombro, no distrito do Alto Santana, em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grand...
Por rixa antiga, adolescentes matam jovem de 18 anos a facadas
Uma briga acabou em morte na noite de ontem em uma lanchonete de Juti, município a 320 quilômetros de Campo Grande. Willian Santiago Perrengue, de 18...



A juíza Jeane de Souza Barbosa Ximenes Xavier bem que poderia levá-los para própria casa e cuidar do doentinhos! O criminoso não deve ter direito, pois o mesmo violou os diretos de cidadãos! Se ta doente, aguenta as consequências ou paga um médico particular para ir medicá-lo na cadeia. Ta fácil ser bandido! Comete o crime porque quer ficar de mordomia, vai preso e recebe mais mordomias ainda! O judiciário estuda anos e anos e não sabem o que é fazer justiça! Devem ser exonerados por incompetência! Ja que eles 1º resguardam os direitos de crimisos ao lugar do cidadãos que pagam seus salários com impostos(criminoso não paga imposto!) e banca as férias destes criminosos na cadeias. Vergonha isso!
 
Alexandre de Souza em 17/05/2013 22:55:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions