ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  22    CAMPO GRANDE 16º

Interior

Com ficha extensa, homem que atirou na namorada é preso

Adriano Rocha Guimarães é procurado por tentativa de feminicídio, tráfico, roubo e posse de arma

Por Helio de Freitas, de Dourados | 22/07/2021 16:20
Adriano ao ser apresentado pela polícia, apoiado em muleta e capuz na cabeça (Foto: Divulgação)
Adriano ao ser apresentado pela polícia, apoiado em muleta e capuz na cabeça (Foto: Divulgação)

Foi preso em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (a 323 km de Campo Grande), o sul-mato-grossense acusado de atirar na própria namorada e falar para a família da vítima que ela tinha tentado se matar. O caso ocorreu em maio deste ano em Naviraí, a 366 km da Capital.

Adriano Rocha Guimarães, 37, com pelo menos quatro mandados de prisão expedidos pela Justiça de Mato grosso do Sul, foi capturado por agentes do Departamento de Investigações da Polícia Nacional no Jardim Aurora. Se não tiver processo em andamento no Paraguai, ele deve ser entregue à Polícia Federal brasileira nos próximos dias.

Segundo a polícia paraguaia, entre os crimes atribuídos a Adriano em território brasileiro estão feminicídio, tráfico de drogas, posse ilegal de arma, lesões corporais, roubo, violência doméstica e organização criminosa.

No dia 25 de maio deste ano, Adriano Guimarães tentou matar a namorada, Stefanie Silvério Teixeira, 22, com um tiro no peito. Depois de atirar na mulher durante briga, ele ligou para o padrasto dela dizendo que a jovem tinha tentado se matar e pediu ajuda.

O padrasto encontrou Stefanie caída na garagem da casa, Adriano fugiu em um Ford Fiesta prata levando a arma do crime. Apesar da gravidade, ela estava consciente e denunciou o então namorado. A mulher sobreviveu.

Nos siga no Google Notícias