ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Comerciante é preso após balear suspeito de ter furtado açougue

Por Adriano Fernandes | 06/12/2019 19:28
Arma e munições apreendidas com o comerciante. (Foto: Divulgação/PM)
Arma e munições apreendidas com o comerciante. (Foto: Divulgação/PM)

Um comerciante foi detido por porte ilegal de arma após atirar contra um dos suspeitos de terem furtado o seu açougue, na noite da ultima quinta-feira (05) em Bela Vista, cidade a 322 quilômetros de Campo Grande. Os dois assaltantes também foram presos.

A Polícia Militar foi até o comércio após receber a denúncia de que o local havia sido invadido, durante a noite. No endereço, eles encontraram apenas um dos funcionários que informou que durante a tarde, um homem teria passado pelo local ameaçando o proprietário.

Enquanto a policia estava levantando as informações do assalto, o proprietário pegou uma arma e saiu pela cidade atrás do bandido, suspeitando que teria sido o mesmo que lhe ameaçou.

Chegando no local de paradeiro do suspeito do furto, o comerciante se deparou com dois homens repartindo o que haviam furtado de seu estabelecimento. Diante da situação ele deu cinco disparos em direção a um deles.

A Polícia Militar, enquanto registrava o furto, ouviu os disparos e foi ao local apurar o que havia acontecido. Lá, encontrou apenas o comerciante, munido com um revólver calibre .38. Ao ser questionado sobre os disparos e se houve vítimas, o mesmo não soube responder, dizendo que todos saíram correndo.

Em diligências pelas proximidades, a equipe recebeu informações de quem seria um dos autores do furto. Com base na informação, eles foram até a residência do suspeito e o prenderam. Os policiais também apuraram que havia um homem no hospital ferido com um disparo de arma de fogo, e que podia ser um dos suspeitos do furto. Após a confirmação e término do atendimento médico, o ferido também foi preso.

Os suspeitos do furto foram encaminhados para a Polícia Civil, onde foram autuados pelos crimes de furto e dano à propriedade, e o dono do estabelecimento por porte ilegal de arma de fogo.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário