ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Condenado por tráfico foge de presídio na fronteira com Paraguai

Manoel Edvaldo Ortiz Gil tinha sido preso em julho do ano passado com documento falso e fugiu hoje em Ponta Porã

Por Helio de Freitas, de Dourados | 18/02/2021 10:47
Manoel Edvaldo Ortiz Gil fugiu hoje do presídio de Ponta Porã (Foto: Reprodução)
Manoel Edvaldo Ortiz Gil fugiu hoje do presídio de Ponta Porã (Foto: Reprodução)

Preso fugiu na manhã desta quinta-feira (18) da Unidade Penal Ricardo Brandão, em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai. Condenado por tráfico de drogas, Manoel Edvaldo Ortiz Gil, 39, estava no presídio desde julho do ano passado.

De acordo com a ocorrência registrada na 1ª Delegacia de Polícia Civil, a fuga ocorreu por volta de 6h. Cumprindo pena em regime fechado, o preso fugiu em direção ao matagal perto do Hotel Pousada do Bosque. Buscas foram feitas no local por policiais militares e agentes penitenciários, mas o preso não foi localizado.

A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) informou que está apurando as circunstâncias da fuga do interno e que foram acionadas forças de segurança para buscas nos arredores. Ele teria pulado o muro ao sair para a oficina de trabalho.

Com vários processos na Justiça de Mato Grosso do Sul e até do Rio Grande do Sul, Manoel Edvaldo Ortiz Gil estava no presídio de Ponta Porã desde julho de 2020. Com prisão decretada, ele foi recapturado no dia 22 daquele mês depois de ser abordado por policiais militares em uma caminhonete S10 no bairro São Domingos, em Ponta Porã.

Natural de Aral Moreira (MS), ele se identificou como João Alberto Figueiredo Benites, mas os policiais desconfiaram da autenticidade dos documentos. Ao checarem o sistema, os PMs descobriram que Manoel Gil usava documento de outra pessoa porque estava foragido da Justiça.

Além da condenação por tráfico de drogas na comarca de Campo Grande, ele responde ao processo por falsidade ideológica e falsificação de documento público no Fórum de Ponta Porã.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário