A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 18 de Agosto de 2019

02/05/2019 20:04

Defesa alega falta de segurança e justiça adia júri de réu por duplo homicídio

Em março do ano passado Edmauro Gamarra Vieira matou a ex-mulher e o atual namorado a facadas

Adriano Fernandes
Edimauro acumulava passagens por violência doméstica. (Foto: Reprodução/Facebook) Edimauro acumulava passagens por violência doméstica. (Foto: Reprodução/Facebook)

Alegando risco de segurança ao réu, a defesa de Edmauro Gamarra Vieira conseguiu na justiça o adiamento de seu julgamento que estava marcado para a manhã desta sexta-feira (08) em Aquidauana, cidade a 135 quilômetros de Campo Grande. Edmauro é acusado de matar a ex-mulher, Airyfer Castro e o seu namorado Igor Quintana Figueiredo de Alcântara, de 21 anos, a facadas em março do ano passado. 

No recurso, acatado pela justiça, a defesa pediu que o julgamento seja realizado em outra comarca, por considerar que em Aquidauana também haveria “risco à imparcialidade dos jurados”, uma vez que o crime chocou a cidade pela brutalidade como foi cometido. À época do crime, a residência onde o criminoso morava com a mãe, chegou a ser incendiada pela população.

Conforme o site O Pantaneiro, era esperado para o julgamento de amanhã que foce reforçado o policiamento e até mesmo bloqueio de ruas próximas ao Fórum, para evitar represálias. Agora, ainda conforme o site local o Ministério Público vai emitir seu parecer e o juiz do caso será ouvido quanto ao julgamento do recurso, para definir uma nova data se o júri continua em Aquidauana ou se, de fato, será transferido para outra comarca. 

O crime - Na manhã do dia 17 de março, Edimauro pulou o muro da residência da vítima e atacou a ex-mulher e o atual namorado, enquanto eles dormiam. Edimauro fugiu, mas se entregou na delegacia horas após o crime. Igor morreu no local. Airyfer foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

Edimauro tem antecedentes criminais registrados entre 2006 e 2017, dos quais cinco são por violência doméstica. A lista ainda inclui lesão corporal culposa na direção de veículo e dirigir embriagado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions