A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

06/01/2016 15:21

Deputado formaliza pedido para que MPF investigue queda de ponte

Liana Feitosa
Ponte desmoronou totalmente no último sábado (2). (Foto: Direto das Ruas)Ponte desmoronou totalmente no último sábado (2). (Foto: Direto das Ruas)

No início da tarde desta quarta-feira (6) foi protocolado pedido para que o MPF (Ministério Público Federal) investigue o motivo do desmoronamento da ponte de concreto localizada na MS-382, no município de Guia Lopes da Laguna, que fica a 232 quilômetros da Capital. O pedido foi feito pelo deputado federal Zeca do PT à instância federal já que a ponte foi construída com recursos da União.

"Já pedi para nossa assessoria jurídica protocolar cópia deste pedido e encaminhar a AGU (Advocacia-Geral da União) e para o TCU (Tribunal de Contas da União) para que sejam devidamente responsabilizados os envolvidos", disse o deputado.

A estrutura sobre o rio Santo Antônio desabou sem motivo aparente no último dia 2. "Me causa muita estranheza que nenhum deputado estadual, inclusive do meu partido, tenha tomado alguma medida sobre isso. Se ninguém pede providência ao MPF, eu peço", declarou Zeca do PT.

O pedido foi feito pelo deputado federal Zeca do PT à instância federal, já que a ponte foi construída com recursos da União. (Foto: Campo Grande News)O pedido foi feito pelo deputado federal Zeca do PT à instância federal, já que a ponte foi construída com recursos da União. (Foto: Campo Grande News)

O parlamentar também planeja pedir à Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação) documentos de todos os projetos executados de pontes para saber quais técnicas e tecnologias foram usadas nas obras executadas durante a administração estadual de André Puccinelli (PMDB). O plano é também entregar a documentação à AGU e TCU.

Segundo o deputado, ele entrou em contato com o Governo do Estado, por meio do secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, para falar sobre o assunto. "Foi aí que ele me disse que o Estado faria auditoria para analisar o caso", completa o parlamentar. "Mas cabe muito bem uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) nesse caso, na Assembleia, para investigar a má administração do dinheiro público", afirmou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions