ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Descoberta de túnel impediu fuga em massa ainda maior que a de janeiro

Pelo menos cem presos poderiam sair pelo buraco em presídio de Pedro Juan Caballero

Por Helio de Freitas, de Dourados | 14/08/2020 10:16
Policiais paraguaios em frente à penitenciária de Pedro Juan Caballero, ontem à noite (Foto: Marciano Candia/Última Hora)
Policiais paraguaios em frente à penitenciária de Pedro Juan Caballero, ontem à noite (Foto: Marciano Candia/Última Hora)

A descoberta de um túnel na noite de ontem (13) impediu a fuga de pelo menos cem presos na Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande. Se o plano se concretizasse, a fuga em massa seria ainda maior que a de janeiro deste ano, quando 75 presidiários fugiram por um buraco aberto na parede.

O túnel descoberto ontem estava sendo aberto a partir do vaso sanitário da cela 27 do “pavilhão A alto”.

Veja o vídeo do local:

Conforme o Ministério da Justiça do Paraguai, o túnel foi descoberto durante revista de rotina, feita pelo diretor do presídio, Antonio Bazán. N cela 27 do “pavilhão A alto” estavam os presos Saduario Barboza e Felipe Pereira.

Segundo o governo paraguaio, a intenção deles era fazer uma conexão com o banheiro da cela 14 do “pavilhão A baixo”, onde estavam Pascual Osvaldo Chávez, condenado por homicídio, e a partir dali ter acesso às outras celas.

A promotora de Justiça Camila Rojas esteve no presídio ontem à noite e na saída disse que o túnel seria “de grande magnitude”. Agentes penitenciários e policiais acreditam que a fuga ocorreria na madrugada de hoje.