ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  04    CAMPO GRANDE 19º

Interior

Doses enviadas de manhã acabam em duas horas e vacinação para de novo

Imunização foi retomada às 13h nas unidades de saúde, mas com tanta procura as 7.730 doses acabaram em seguida

Por Helio de Freitas, de Dourados | 31/03/2020 16:14
Idosa é vacinada dentro do carro, na semana passada; vacina acabou de novo (Foto: Adilson Domingos)
Idosa é vacinada dentro do carro, na semana passada; vacina acabou de novo (Foto: Adilson Domingos)

Acabaram em menos de duas horas as 7.730 doses de vacina contra influenza enviadas pela Secretaria Estadual de Saúde ao município de Dourados. O estoque chegou na manhã de hoje (31) e foi mediatamente distribuído às 36 unidades básicas de saúde dos bairros e ao posto volante instalado no estacionamento do estádio Douradão.

Com as 10.830 doses aplicadas em três dias na semana passada, o total já se aproxima de 19 mil imunizações. Nova remessa só deve chegar ao município na semana que vem.

De manhã, o núcleo de imunização da prefeitura anunciou que às 13h a campanha seria retomada depois de cinco dias de paralisação, também por falta de vacina. Antes mesmo desse horário já havia fila de pessoas esperando pela imunização.

De acordo com o coordenador de imunização Edvan Marcelo, só no posto volante do Douradão, que aplicou a vacina no sistema “drive thru” (idosos recebem a dose sem sair do carro), pelo menos cem veículos se enfileiraram para a vacinação. Além dos idosos acima de 60 anos, nesta etapa estão sendo vacinados os profissionais de saúde.

Segundo Edvan Marcelo, nesta campanha a procura está bem acima dos anos anteriores, por causa da pandemia do novo coronavírus. A vacina não previne contra a Covid-19, mas a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda a imunização para proteger os idosos e demais grupos de risco de outros vírus, como H1N1, e evitar ainda mais superlotação do sistema de saúde, onde essas pessoas ficariam expostas ao novo vírus.

A atual etapa vai até o dia 15 de abril. No dia 16 de abril começa a segunda etapa, para vacinar professores, forças de segurança, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

A terceira fase começa no dia 9 de maio, para imunizar crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto, povos indígenas, adolescentes sob medidas socioeducativas e presos. A meta em Dourados é vacinar pelo menos 90 mil pessoas dos grupos considerados de risco.