ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  17    CAMPO GRANDE 35º

Interior

Drones que sobrevoarem presídios poderão ser abatidos, diz Agepen

Por Adriano Fernandes | 04/01/2017 13:52
Com capacidade para 718 presos, atualmente a penitenciária esta com superlotação de 2.400 internos. (Foto: Hedio Fazan/Jornal O Progresso)
Com capacidade para 718 presos, atualmente a penitenciária esta com superlotação de 2.400 internos. (Foto: Hedio Fazan/Jornal O Progresso)

Depois de um drone ser usado para arremessar um pacote para dentro do pavilhão 2 da PED (Penitenciária Estadual de Dourados), por volta das 23h30 de ontem (04), a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) estuda medidas para impedir que a pratica, até então inédita em presídios do Estado, vire rotina.

Entre elas esta a autorização aos Policiais Militares responsáveis pela guarda das muralhas, de abater qualquer drone que se aproxime das unidades prisionais. Ainda na noite desta terça-feira (03), logo após o lançamento do objeto e que foi flagrado pelo sistema de vídeomonitoramente do presídio, os agentes penitenciários também precisaram controlar um motim, no pavilhão 1 da unidade.

Em nota, a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) confirmou que os presos conseguiram sair das celas e se concentraram no pátio do presídio, alegando que estavam com medo de serem pegos por detentos de outro pavilhão.

No pavilhão 1 estão os presos aliados ao Comando Vermelho, enquanto que no pavilhão 2, os que pertencem ao PCC. No entanto, segundo a instituição os agentes conseguiram acalmar os internos, que voltaram para as celas sem causarem maiores estragos ou tumulto.

Na noite de ontem (3) duas pessoas também foram presas do lado de fora da PED com um revólver calibre 38 e cinco munições intactas.

Pente-fino – Em resposta as movimentações desta terça-feira (03), pela manhã (04) foi realizada operação pente-fino em busca de materiais proibidos no pavilhão 2 do presídio.

Policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar atuam na contenção dos presos durante a revistas dos agentes nas celas. A PED está com superlotação.

Com capacidade para 718 presos, atualmente a penitenciária esta com superlotação de 2.400 internos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário