ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  18    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Dupla envolvida no "arrastão" em aeroclube é presa

Dupla cuidou do monitoramento do aeroporto e teria fornecido as armas usadas no crime

Por Adriano Fernandes | 06/09/2021 23:14
Dupla envolvida no roubo das aeronaves em Aquidauana. (Foto: Reprodução/JornalNotíciasdoEstado) 
Dupla envolvida no roubo das aeronaves em Aquidauana. (Foto: Reprodução/JornalNotíciasdoEstado)

Dois homens envolvidos no roubo das três aeronaves levadas do Aeroclube de Aquidauana, foram presos na noite desta segunda-feira (6), em Anastácio, a 135 quilômetros da Capital. Moradores da cidade próxima à Aquidauana, Roger Breno Wirmond dos Santos, de 22 anos, conhecido como “Zóio”, e Cristhofer Cristaldo Rocha, de 20, ficaram responsáveis pelo monitoramento do aeroporto e teriam até fornecido as armas usadas no crime.

A dupla foi encontrada em operação conjunta da Força Tática do 7º Batalhão de Polícia Militar de Aquidauana com o Batalhão de Choque da Polícia Militar da Capital, conforme o Jornal Notícias do Estado.

Encontrado em uma residência na Rua Alcântara, em Anastácio, "Zóio" ainda tentou fugir, mas acabou sendo imobilizado pelos policiais. Ele admitiu que levantou a rotina do aeroclube, inclusive por meio de fotos, junto de outro envolvido, identificado apenas como Lázaro, que está foragido. Também cabia a "Zóio" acompanhar toda a movimentação da polícia na cidade após o crime e manter Lázaro informado. Ele seria um dos "cabeças" por trás do crime, conforme apurado pelo site local.

"Zóio" ainda teria apontado a identidade de outros dois envolvidos no crime, um deles seria Ivanildo da Silva Dias, conhecido como “Nego”, e outro suspeito conhecido como “Cupicho”. Equipes da PM chegaram a ir na casa de "nego", mas ele não foi localizado, bem como o outro homem indicado pelo preso.

Já Cristhofer admitiu que providenciou as armas usadas no roubo a mando de Lázaro, com quem também teria "recrutado" seis bolivianos, incluído os três pilotos que levariam as aeronaves até o destino final após o roubo. Ainda conforme apurado pelo Jornal Notícias do Estado, outro envolvido no roubo teria sido identificado como Renato Corrêa, conhecido como "Dego", morador de Aquidauana, e que é foragido da justiça. Ele é quem teria recebido as aeronaves na Bolívia.

A dupla foi levada para a 1ª Delegacia de Aquidauana, onde estão sendo concentradas as diligências conjuntas com o Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado). O líder do grupo, apontado como "perigoso foragido do sistema penitenciário estadual" e outros quatro integrantes do bando já foram identificados, mas ainda não foram localizados pela polícia. A principal suspeita da polícia é de que as aeronaves tenham sido levadas para fora do país, contudo, o destino não foi revelado, bem como as identidades do criminosos.

O roubo – Dezoito homens invadiram o aeroclube, na madrugada desta segunda-feira (6), e embarcaram nas aeronaves, depois de amarrarem o caseiro do aeroclube e dois filhos. A tentativa foi de levar cinco aeronaves, mas só foi possível decolar com três delas. Um dos aviões pertence ao cantor, ator e pecuarista Almir Sater. O Campo Grande News tentou entrar em contato com os proprietários dos aviões nesta segunda-feira (06), mas não obteve retorno.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário