ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 31º

Interior

Em depoimento, homem diz que matou mulher a facadas após ser agredido

Luzinete estava com o suspeito há dois meses. Ambos estavam embriagados quando começaram a discutir

Por Mirian Machado | 04/03/2021 17:23
Autor no canto esquerdo correndo e vítima no canto direito durante discussão (Reprodução/PC)
Autor no canto esquerdo correndo e vítima no canto direito durante discussão (Reprodução/PC)

Rafael Moreira da Silva de 25 anos, preso nesta manhã (4) em Corumbá, cidade a 419 km da Capital, confessou que matou a namorada Luzinete Fernandes Pedro de 47 anos a facadas após discussão, seguida de agressão no Bairro Alta Floresta II em Ladário.

Rafael no meio da rua após discussão observando Luzinete (Divulgação/PC)
Rafael no meio da rua após discussão observando Luzinete (Divulgação/PC)

Segundo o delegado responsável pelo caso, Luca Venditto Basso, após a prisão o rapaz contou que é de Rio Verde do Mato Grosso e que foi para a cidade viver com Luzinete, com quem tinha um relacionamento há dois meses.

“Ele disse que o relacionamento deles era bastante conturbado e que ela era muito ciumenta”, explicou Venditto.

Rafael contou ainda que na data do crime ambos estavam bebendo quando começaram a discutir. “Na versão dele, ele diz que ela teria o agredido com um tapa no rosto e atirado pedra contra ele. E quando ela teria vindo para cima dele para continuar as agressões ele sacou a faca que estava na cintura e a golpeou”, conta o delegado.

Vítima momento em que jogaria uma pedra contra suspeito (Divulgação/PC)
Vítima momento em que jogaria uma pedra contra suspeito (Divulgação/PC)

No dia do crime, 21 de fevereiro por volta das 1h45 ambos discutiram e no meio da rua Rafael abraçou Luzinete e sacou a faca golpeando-a no peito e costas. Testemunhas disseram que não perceberam o crime, pois parecia que os dois estavam se abraçando.

Imagens de câmeras de segurança não chegaram a flagrar a cena do crime, porém mostram que houve discussão entre eles momentos antes.

Rafael foi preso por policiais do SIG (Serviço de Investigação Geral) de Corumbá e Ladário que receberam uma denuncia anônima e ao averiguar as informações encontraram o homem em uma residência no Bairro Cervejaria em Corumbá.

Momento em que Rafael foi preso nesta manhã (4) (Divulgação/PC)
Momento em que Rafael foi preso nesta manhã (4) (Divulgação/PC)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário