ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, QUARTA  22    CAMPO GRANDE 24º

Interior

Ex-namorada também é presa por morte de jogador

Jogador foi morto com três tiros e esquartejado com serra elétrica

Ana Paula Chuva e Dayene Paz | 04/07/2023 15:20
Equipes das polícias Civil e Militar e da Perícia durante buscas por Hugo (Foto: Divulgação | PCMS)
Equipes das polícias Civil e Militar e da Perícia durante buscas por Hugo (Foto: Divulgação | PCMS)

O jogador Hugo Vinícius Skulny, 19 anos, foi atingido por um tiro na região da cabeça e, depois de ser morto, foi esquartejado com uma serra elétrica. O crime aconteceu em Sete Quedas, a 468 quilômetros de Campo Grande, e os pedaços da cabeça do jovem foram encontrados na segunda-feira (3) por equipe do Corpo de Bombeiros. A ex-namorada do rapaz, Rubia Joice Oliver Luvisetto, 21 anos, foi presa em flagrante.

Conforme apurou o Campo Grande News, Rubia e Danilo Alves Vieira da Silva, 19 anos, teriam esquartejado Hugo para se livrar do corpo após o assassinato a tiro. No entanto, a ex-namorada foi presa por ocultação de cadáver, logo após se apresentar na Delegacia de Tacuru, acompanhada por dois advogados. Ela e o rapaz já tinham sido ouvidos pela polícia.

Na manhã desta terça-feira (4), a delegada Lucélia Constantino confirmou um outro rapaz de 22 anos se apresentou à polícia em uma cidade da região na tarde de ontem. Ele estava acompanhado pelo advogado e permaneceu preso. Rubia era tratada como suspeita, mas acabou sendo detida também.

A prisão de Danilo até o momento não foi confirmada pela polícia.

Hugo foi morto por três tiros e depois teve o corpo esquartejado (Foto: Reprodução | Facebook)
Hugo foi morto por três tiros e depois teve o corpo esquartejado (Foto: Reprodução | Facebook)

Crime -  Na madrugada do dia 25 de junho, Hugo saiu de uma festa em posto de combustível na cidade de Pintoty Porã, no Paraguai, que faz fronteira com Sete Quedas. Na sequência, foi deixado por amigos na casa da ex-namorada e, desde então, não foi mais visto.

No domingo, 2 de julho, partes do corpo dele foram encontradas no Rio Iguatemi. Uma tatuagem ajudou na identificação da vítima. Como o último local em que foi visto pelos amigos foi a casa da ex-namorada, a polícia também apura o envolvimento da jovem no crime. "A versão dela é que ele foi na casa dela sem ela chamar", revelou Lucélia.

Durante as diligências, a polícia apreendeu quatro veículos, entre carros e um barco, vários celulares e instrumentos que podem ter sido utilizados no crime. Tudo está sendo periciado. Porém, outras partes do corpo da vítima ainda são procuradas.

Equipe do Corpo de Bombeiros durante buscas pelo corpo do jogador. (Foto: Divulgação | PCMS)
Equipe do Corpo de Bombeiros durante buscas pelo corpo do jogador. (Foto: Divulgação | PCMS)


Nos siga no Google Notícias