A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019

28/09/2018 10:53

Famílias afetadas por temporal com ventos de 100 km/h precisam de doações

Voluntários distribuirão almoço e janta aos moradores nesta sexta-feira (28) na igreja Matriz do município

Guilherme Henri e Bruna Pasche
Colchões molhados após temporal em Bandeirantes (Foto: Marina Pacheco)Colchões molhados após temporal em Bandeirantes (Foto: Marina Pacheco)

As cerca de 100 famílias afetadas pelo temporal em Bandeirantes – a 70 quilômetros da Capital – precisam de doações de colchões, cobertas e roupas para adultos e crianças. Além disso, voluntários distribuirão almoço e janta aos moradores nesta sexta-feira (28) na igreja Matriz do município.

Um grupo de 30 voluntários percorre as ruas dos dois bairros mais afetados pela chuva distribuindo pão, café, chá e leite aos moradores. Os voluntários também ajudam a reparar os estragos causados pela chuva de ontem.

Emocionada, Tatiane Ferreira de Oliveira, 30 anos, é uma das moradoras da Cohab II afetadas pelo temporal. Ela conta que o vento com mais de 100 quilômetros por hora destelhou sua casa e derrubou muro. “O forro só não despencou porque Deus não deixou. Coloquei meus três filhos no banheiro, pois é o único cômodo com laje e fiquei segurando a porta com medo que ela fosse arrancada”, detalha.

Tatiane Ferreira de Oliveira, 30 anos (Foto: Marina Pacheco)Tatiane Ferreira de Oliveira, 30 anos (Foto: Marina Pacheco)

Já Neide Rosângela, 45 anos, é moradora do bairro Silvino de Barros. Segundo ela, a casa toda tremia no momento do temporal. “Estamos sem dormir. A meia noite, outra chuva começou e ficamos apreensivos. Minha casa foi destelhada e foi preciso cobri-la com lona doada pelos vizinhos”, desabafa.

Hospital – O Hospital da cidade também foi afetado pelo temporal. Telhas da ala de internação foram levadas pelo vento junto com parte da porta de entrada da unidade. O lugar chegou a ficar sem energia por 4h, mas os atendimentos não foram interrompidos.

De acordo com a enfermeira Priscilla Nós, no momento em que a ala de internação foi destelhada não haviam pacientes. “Os reparos já começaram e a previsão é de que tudo seja consertado até o final do dia de hoje”, destaca.

Além disso, durante a tempestade a enfermeira conta que pelo menos 10 pessoas buscaram atendimento após passarem mal com o fenômeno.

Serviço – Doações podem ser feitas pelos telefones: (67) 99660-5318 (Sirlene) e (67) 9999-5543 (Elida). A orientação dos voluntários é para quem for buscar almoço ou janta na igreja precisa levar uma vasilha.

Voluntários distribuindo pães, café, chá e leite as famílias afetas pela chuva (Foto: Marina Pacheco)Voluntários distribuindo pães, café, chá e leite as famílias afetas pela chuva (Foto: Marina Pacheco)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions