A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Setembro de 2019

28/08/2019 09:14

Fronteira Segura faz 69 prisões e apreende 7 toneladas de maconha

Operação com 18 órgãos de segurança e 741 policiais ocorreu em municípios da fronteira com Paraguai e terminou ontem

Helio de Freitas, de Dourados
Policiais sul-mato-grossenses durante a Operação Fronteira Segura, na semana passada (Foto: Divulgação)Policiais sul-mato-grossenses durante a Operação Fronteira Segura, na semana passada (Foto: Divulgação)

A segunda edição da Operação Fronteira Segura, encerrada ontem (27) em municípios vizinhos ao Paraguai, apreendeu pelo menos 7 toneladas de maconha, 30 quilos de cocaína e prendeu 69 pessoas em cinco dias. A ação contou com apoio de 18 órgãos militares e de segurança pública, entre os quais o Exército brasileiro e a Polícia Nacional do Paraguai.

Coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira e Divisas, da Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, a operação foi concentrada em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande e outros seis municípios da fronteira.

Foram 741 homens e 214 viaturas empregados na operação que abordou 7.361 pessoas e 6.836 veículos. Além das apreensões e prisões, o trabalho resultou na emissão de 155 notificações de trânsito, 198 veículos removidos, 45 documentos recolhidos, 69 pessoas presas, sendo 27 em flagrante, dois menores apreendidos, além de 19 veículos recuperados.

Entre as operações, o destaque fica para a carga de 1.274 quilos de maconha apreendida pela PMR (Polícia Militar Rodoviária) e para a apreensão quase cinco toneladas de maconha em três carretas com placas do Paraguai, feita pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira) na MS-164, entre Ponta Porã e Dourados.

Também são citadas como destaque a apreensão de 26 quilos de cocaína no fundo falso de um Citroën Aircross feita pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) em conjunto com a Polícia Militar na BR-463 e a prisão do pistoleiro paraguaio Hector Luis Perez Fernandez, 44, ex-integrante da Polícia Nacional do Paraguai, localizado na fronteira entre Coronel Sapucaia (MS) e Capitán Bado.

Conforme o secretário executivo do Gabinete, coronel Edimilson de Oliveira Ribeiro, que coordenou as atividades, a operação foi planejada com base nos dados monitorados pela Segurança Pública e em levantamentos de equipes de inteligência e contou com ações nas áreas urbanas e rurais.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions