A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Agosto de 2019

01/07/2019 16:57

Governo reforçará segurança e fórum inaugurado neste ano seguirá aberto

Em reunião com Judiciário e Legislativo, governador Reinaldo Azambuja confirma fortalecer policiamento em Coronel Sapucaia

Humberto Marques e Fernanda Palheta
Reunião nesta terça-feira acertou detalhes para reforço da segurança em Coronel Sapucaia. (Foto: Subcom/Divulgação)Reunião nesta terça-feira acertou detalhes para reforço da segurança em Coronel Sapucaia. (Foto: Subcom/Divulgação)

O governo do Estado se comprometeu a aumentar a segurança no Fórum de Coronel Sapucaia – a 400 km de Campo Grande – e, desta forma, a unidade do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul não será mais fechada. A suspensão dos serviços na unidade já havia sido anunciada pelo Tribunal de Justiça, diante da falta de condições de manter a vigilância adequada no prédio, inaugurado em 17 de janeiro.

A decisão foi tomada na tarde desta segunda-feira (1º), durante reunião na Governadoria, na Capital, da qual participaram o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), os presidentes do TJMS, desembargador Paschoal Carmello Leandro, e da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa (PSDB), e do prefeito Rudi Paetzold (MDB).

“Quando a Assembleia foi informada de que o fórum seria fechado, pedimos tempo ao Tribunal de Justiça para tentar articular e buscar que isso não ocorresse. E o desembargador Paschoal nos deu 30 dias, tempo para marcarmos essa reunião. E, hoje, o governador se comprometeu a aumentar a segurança em Coronel Sapucaia para que o fórum não seja fechado”, explicou Corrêa.

Leandro, por sua vez, confirmou que no início do ano seria providenciada a desativação do fórum “por falta de segurança para que ele funcionasse. Mas o governador se sensibilizou e, hoje, concretizaram esse compromisso de melhorar a segurança da comarca”.

Coronel Sapucaia está na fronteira seca com a cidade paraguaia de Capitán Bado, sendo alvo do narcotráfico e do crime organizado e palco de crimes violentos. No início do ano, um assalto a uma agência bancária reforçou a imagem de falta de segurança na região, reforçando a intenção do TJMS em encerrar as atividades no fórum.

Brasília – Também presente ao encontro, o deputado estadual Gerson Claro (Progressistas) antecipou que, nesta terça-feira (2), o secretário de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, estará em Brasília, onde levará a demanda dos problemas de segurança na fronteira ao governo federal. O também deputado coronel Carlos Alberto David dos Santos (PSL) destacou a agenda e aponto que, entre os pedidos, está o de suporte de forças federais para a segurança em Coronel Sapucaia.

David dos Santos disse que já havia tratado do tema com integrantes do governo do presidente Jair Bolsonaro, apontado que “ainda é importante a presença da Força Nacional em Coronel Sapucaia”. Porém, no momento, o reforço no policiamento será realizado pelas polícias estaduais. O parlamentar do PSL avaliou, ainda, que o fechamento do fórum “seria uma vitória do crime organizado contra a população”.

Paetzold agradeceu o esforço da classe política para a manutenção do fórum, reforçando ainda o compromisso da administração estadual em reforçar a segurança na região. Não foram dados detalhes sobre o quantitativo de policiais a serem deslocados para Coronel Sapucaia.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions