ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 19º

Interior

Indígenas desaparecidos após conflito em Naviraí são encontrados

Mulheres e crianças foram localizadas e estão bem, de acordo com o Cimi (Conselho Indigenista Missionário)

Por Ana Oshiro | 25/06/2022 09:37
Momento que povos Guarani-Kaiowá retomaram o território de Guapoy, em Amambai (Foto: Instagram Atyjovemgk)
Momento que povos Guarani-Kaiowá retomaram o território de Guapoy, em Amambai (Foto: Instagram Atyjovemgk)

Os três indígenas Guarani e Kaiowá que estavam desaparecidos, desde a manhã desta sexta-feira (24), na região de Amambai e Naviraí, distantes respectivamente 351 km e 359 km da Capital, foram localizados e estão bem, de acordo com o Cimi (Conselho Indigenista Missionário).

Eles haviam desaparecido após confronto entre indígenas, fazendeiros e policiais militares, durante conflito por terras. Entre os desaparecidos haviam mulheres e crianças, mas não há informações sobre o local que eles foram encontrados, já que a comunicação na região é ruim.

Em Naviraí o conflito aconteceu na Fazenda Tejui, enominado Kurupi/São Lucas. Segundo o Cimi (Conselho Indigenista Missionário, as agressões teriam começado por parte dos fazendeiros e seguranças, todos armados.

Também houve conflito na cidade de Amambai, na fazenda Borda da Mata, chamada pelos guarani de "Território de Guapoy". Neste acaso, equipes do Batalhão de Choque da Polícia Militar foram até o local e até o momento foram registrados oficialmente 10 feridos, seis deles indígenas e a maioria adolescentes.

Nos siga no Google Notícias