ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  10    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Jovem nega que foi sequestrada e mantida em cárcere pelo pai

Mulher contou que foi à fazenda do pai porque quis, porém ele não queria que ela reatasse o relacionamento

Por Mirian Machado | 13/04/2021 16:38
Revólver e munições foram apreendidos pela Polícia Civil de Miranda com pai da vítima (Foto: PC/Miranda)
Revólver e munições foram apreendidos pela Polícia Civil de Miranda com pai da vítima (Foto: PC/Miranda)

A jovem de 18 anos, cujo marido procurou a Deam (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher) ontem (12) informando que a esposa  e a filha de 11 meses teriam sido levadas à força pelo pai para Miranda, cidade a 201 km de Campo Grande, nega que tenha sido sequestrada e mantida em cárcere privado. A mulher foi encontrada e o pai preso ainda na segunda-feira.

Ao Campo Grande News, a jovem contou que ainda está na cidade e que deve voltar para a Capital amanhã (14). Ela afirmou que após uma briga com o marido, com quem vive há dois anos, no domingo de páscoa dia 4 de abril, a sogra ligou para o seu pai.

“Eu iria ficar na casa de uma tia e voltar no dia seguinte para conversar, mas no nervosismo minha sogra ligou pro meu pai conversar comigo. Ele se alterou e mandou eu ir pra casa do meu tio. No dia seguinte um amigo dele me levou para a fazenda em Miranda. Eu sabia que estava indo para lá. Eu fui porque quis”, explicou.

A mulher contou que o pai não a deixava sair da fazenda pois não queria que ela voltasse com o marido. “Eu não estava trancada dentro de um quarto. Eu estava em uma fazenda, podia andar pra todo lado, ele só não queria que eu saísse de lá. Eu não estava em cárcere privado”, afirmou.

Nos dias em que passou na fazenda, pai e filha conversaram sobre os motivos de reatar ou não o relacionamento. “Eu disse que ele não podia mais decidir por mim e ele disse que eu o agradeceria por estar pensando no meu bem. Em momento algum me ameaçou com arma”, conta, explicando que a arma do pai foi o patrão dele quem deu.

Na versão do marido à esposa, ele teria contado toda a história na delegacia, porém foi a polícia quem interpretou como sequestro.

Sobre a ameaça de agredir o marido. A Jovem relatou que o pai achou que ambos não voltariam mais, porém ao saber que sim desistiu da ideia. “Ele ainda pensou e chegou a pedir pra eu e meu marido alugar uma casa em Miranda e assim ele me liberava, mas eu disse que não tínhamos dinheiro”, contou.

“Não era para acontecer toda essa repercussão. Eu só queria sair de lá. Está doendo ver meu pai preso. Tentei retirar a queixa porque não era isso o que eu queria, mas não deixaram. Não queria prejudicar meu pai. É a única pessoa no mundo que fez de tudo por mim”, disse.

O homem foi preso em flagrante por sequestro, cárcere e posso irregular de arma de fogo. O caso segue sendo investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Miranda.

Caso- O marido da jovem, de 19 anos, contou à polícia que três dias depois da briga foi surpreendido com a informação de que a ida para a fazenda não foi decisão da jovem e que ela foi levada à força.

Para a polícia, o ele contou que o sogro não deixa a filha sair da fazenda e que está mantendo a jovem em cárcere privado. Sob ameaça de ficar sem celular e internet, para não ter contato com o rapaz, a jovem disse que o pai teria contratado pessoas para bater no genro e que ela só sairia da fazenda morta ou sem o bebê.

O pai ainda teria dito que faria o que fosse preciso para impedir o casal de reatar o relacionamento. Ao contar tudo isso, a jovem pediu socorro ao namorado. No último contato dos dois por telefone, a vítima disse que o pai iria quebrar o celular e desde o rapaz não tem notícias da namorada nem da filha.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário