A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Março de 2017

10/08/2012 15:53

Justiça concede põe em liberdade mais dois envolvidos em morte de cacique

Francisco Júnior

Dois acusados de envolvimento na morte do cacique Nísio Gomes tiveram pedido de habeas corpus concedido pelo TRF3 (Tribunal Regional Federal) nesta sexta-feira (10).

De acordo com o site Dourados News, foram libertados um dos funcionários da empresa Gaspem Segurança contratada pelos fazendeiros da região para guarnecer a área em conflito e um produtor rural, único dos fazendeiro envolvido acusado de envolvimento no crime que ainda estava preso.

No último dia 24 de julho a Justiça Federal havia concedido habeas corpus para 18 pessoas acusados.

Nisio Gomes desapareceu em novembro do ano passado, próximo ao município de Aral Moreira. Após o desaparecimento do cacique a Polícia Federal prendeu quase 20 pessoas, entre elas, o ex-policial Militar Aurelino Arce, proprietário da empresa Gaspem que fazia a segurança privada de fazendeiros da região do conflito.

Aurelino Arce continua preso.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions