ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  30    CAMPO GRANDE 16º

Interior

Justiça concede põe em liberdade mais dois envolvidos em morte de cacique

Por Francisco Júnior | 10/08/2012 15:53

Dois acusados de envolvimento na morte do cacique Nísio Gomes tiveram pedido de habeas corpus concedido pelo TRF3 (Tribunal Regional Federal) nesta sexta-feira (10).

De acordo com o site Dourados News, foram libertados um dos funcionários da empresa Gaspem Segurança contratada pelos fazendeiros da região para guarnecer a área em conflito e um produtor rural, único dos fazendeiro envolvido acusado de envolvimento no crime que ainda estava preso.

No último dia 24 de julho a Justiça Federal havia concedido habeas corpus para 18 pessoas acusados.

Nisio Gomes desapareceu em novembro do ano passado, próximo ao município de Aral Moreira. Após o desaparecimento do cacique a Polícia Federal prendeu quase 20 pessoas, entre elas, o ex-policial Militar Aurelino Arce, proprietário da empresa Gaspem que fazia a segurança privada de fazendeiros da região do conflito.

Aurelino Arce continua preso.

Nos siga no Google Notícias