A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 18 de Agosto de 2019

14/06/2019 19:50

Justiça manda soltar dupla presa em operação contra fraudes em licitações

Investigados foram presos pela Polícia Civil na quarta-feira

Clayton Neves e Helio de Freitas, de Dourados
Policiais chegam à delegacia de Rio Brilhante com computadores e documentos apreendidos em operação (Foto: Olimar Gamarra)Policiais chegam à delegacia de Rio Brilhante com computadores e documentos apreendidos em operação (Foto: Olimar Gamarra)

Foram revogadas as prisões temporárias do gerente de compras da prefeitura de Rio Brilhante, Antônio Carlos Santos de Souza, e do empresário Ademir Belarmino da Silva. A dupla foi presa nesta quarta-feira (12), durante operação da Polícia Civil para desmantelar suposto esquema envolvendo fraude em licitações.

A decisão de soltura foi dada pelo juiz da Vara Criminal de Rio Brilhante, Jorge Tadashi Kuramoto, nesta sexta-feira (14). Em sua decisão, o magistrado considerou parecer do delegado da cidade, que informou não que a prisão dos investigados “não é mais necessária para realização de diligências faltantes”.

“Assim, sem maiores delongas, acolho a manifestação do Delegado de Polícia, bem como do Ministério Público e revogo a prisão temporária dos representados”, diz o texto da decisão.

Ademir foi preso em Dourados. Ele é sócio da loja de móveis Tradição, localizada na Avenida Hayel Bon Faker, e investigado por organização criminosa. A empresa havia sido contratada pelo município de Rio Brilhante e a polícia apura fraude no processo de licitação.

Já Antônio, foi preso em Rio Brilhante e é suspeito de facilitar fraudes nos processos licitatórios da Prefeitura para ter ganhos pessoais com o esquema.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions