A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Março de 2017

31/03/2014 13:57

Mãe e filha morreram em acidente na BR-163 próximo a Congonhas

Bruno Chaves e Graziela Rezende
Vítimas viajavam para Campo Grande quando pneu do veículo estourou causando o acidente (Foto: Cleber Gellio)Vítimas viajavam para Campo Grande quando pneu do veículo estourou causando o acidente (Foto: Cleber Gellio)

As duas vítimas que morreram no acidente do KM 575 da BR-163, próximo ao distrito de Congonhas, em Bandeirantes, eram mãe e filha. Elas moravam em Coxim, a 260 quilômetros de Campo Grande, e estavam viajando para a Capital.

A caminhonete em que as duas trafegavam, uma Mitshubishi L200 Triton, com placas de Coxim, ficou totalmente destruída. Os corpos das mulheres continuam presos às ferragens e por isso não foi possível fazer a identificação oficial.

O Corpo de Bombeiros aguarda a chegada da Perícia da Polícia Civil e do aparelho desencarcerador para cerrar o veículo. Só depois disso que os corpos poderão ser retirados do que sobrou da caminhonete.

Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), mãe e filha seguiam pelo KM 575 da BR-163 quando um pneu dianteiro da L200 estourou. A condutora perdeu o controle da direção e o veículo rodou na pista antes de bater em dois caminhões.

Uma carreta bitrem carregada de soja, com placas de Santa Helena (PR), foi o primeiro veículo atingido pela L200. Em seguida, a caminhonete rodopiou e bateu em outra carreta, com placas de Curitiba (PR), carregada com tacos de madeira.

Os dois veículos de grande porte tombaram e os motoristas não tiveram ferimentos. Logo após a batida, testemunham acionaram o socorro. Elas afirmam que o atendimento médico demorou uma hora para chegar ao local.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de São Gabriel do Oeste atendeu a ocorrência e constatou os óbitos.

Identificação – Conforme divulgou o Infoco MS, as vítimas do acidente com duas carretas na BR-163 são a empresária Rosimeire Cristina Vidovix Nunes e sua mãe Valdice Vidovix.

Rosimeire e proprietária do Hotel Alphaville em Coxim. Familiares disseram que a empresária levava a mãe, que estava com a clavícula quebrada, para fazer uma cirurgia em Campo Grande.

Homem de 74 anos é morto a tiro em frente de casa por causa de fofoca
Jucelino Antônio Pereira, 74 anos, foi morto com um tiro no ombro, no distrito do Alto Santana, em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grand...
Por rixa antiga, adolescentes matam jovem de 18 anos a facadas
Uma briga acabou em morte na noite de ontem em uma lanchonete de Juti, município a 320 quilômetros de Campo Grande. Willian Santiago Perrengue, de 18...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions