A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

21/07/2019 09:31

Morto a tiros em frente a conveniência era 'braço direito' de Jarvis Pavão

Homem foi morto a tiros de pistola 9 milímetros; Pavão segue preso em Mossoró, no Rio Grande do Norte

Kerolyn Araújo
Bombeiros tentam resgatar homem, mas vítima foi encontrada morta (Foto: Direto das Ruas)
Bombeiros tentam resgatar homem, mas vítima foi encontrada morta (Foto: Direto das Ruas)

Eduardo Montiel Cavalheiro, 42 anos, conhecido como "Duda", executado a tiros na noite de ontem (20) em Amambai, cidade distante a 360 quilômetros de Campo Grande, seria homem de confiança e 'braço direito' do narcotraficante Jarvis Gimenes Pavão.

Conforme informações do boletim de ocorrência, Eduardo estava em frente a uma conveniência na Rua General Gamarra, na Vila Rosa, quando foi atingido por tiros de pistola 9 milímetros. Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu ao dar entrada no hospital da cidade.

Após o crime o pistoleiro fugiu e, momentos depois, uma motocicleta foi encontrada incendiada às margens da MS-485, na saída para Aral Moreira. Segundo testemunhas, o homem que abandonou a moto no local tinha as mesmas características do pistoleiro que atirou contra a vítima.

Eduardo seria um dos homens de confiança e braço direito do narcotraficante Jarvis Pavão, conforme divulgado pelo site ABC Color. O narcotraficante natural de Ponta Porã é apontado como um dos maiores fornecedores de cocaína da América do Sul. Ele está preso no Presídio Federal de Mossoró (RN).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions