ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 34º

Interior

Motorista de prefeitura traficava cocaína em viagens de pacientes com câncer

Ele levava pacientes oncológicos para tratamento em Cascavel, no Paraná

Ana Beatriz Rodrigues | 15/09/2022 14:54



Na madrugada desta quinta-feira ( 15), o motorista da Prefeitura de Amambai, que levava pacientes oncológicos para tratamento em Cascavel, no Paraná, foi preso pela Polícia Rodoviária Estadual por tráfico de drogas.

Lúcio Machado Pavão, de 45 anos, estava com uma mala carregada de 52 tabletes de cocaína, com 53,3 quilos da droga, escondida no porta-malas do veículo que levava os pacientes. O valor do entorpecente, segundo a polícia é de R$ 1.332.500,00.

Carro da prefeitura de Amambai foi flagrado com cocaína. (Foto: Divulgação)
Carro da prefeitura de Amambai foi flagrado com cocaína. (Foto: Divulgação)

Segundo o boletim de ocorrência, quando os policiais perguntaram para Lúcio de quem seria a mala, o motorista mentiu dizendo que era do idoso que estava no veículo e depois que o policial disse que queria ver o que tinha dentro, ele assumiu ser o dono.

Mas depois ele confessou e disse que iria receber R$ 7.000 para transportar a droga. Contou também que pegou a mala com os entorpecentes de um desconhecido, próximo ao CTG (Centro de Tradições Gaúchas) na cidade de Amambai  e que na cidade de Cascavel, outra pessoa iria procurá-lo para pegar a mala com a droga.

O motorista foi preso em flagrante e a delegada do município entrou em contato com a prefeitura para mandar outro motorista até o local que pudessem levar os pacientes para o tratamento no hospital do câncer no estado do Paraná.


Nos siga no Google Notícias