A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019

21/11/2017 17:06

Notícia falsa sobre multa por falta de cadastro lota cartório eleitoral

Helio de Freitas, de Dourados
Douradenses fizeram fila no cartório após notícia falsa sobre multa (Foto: João Pires/Estado Notícias)Douradenses fizeram fila no cartório após notícia falsa sobre multa (Foto: João Pires/Estado Notícias)

A notícia falsa que circula em grupos do aplicativo Whatsapp sobre uma multa de R$ 150 para o eleitor que não cadastrar a impressão digital provocou nesta terça-feira (21) uma correria ao Fórum Eleitoral de Dourados, a 233 km de Campo Grande. Na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul o cadastro biométrico é facultativo, mas muita gente desavisada procurou os cartórios temendo prejuízo financeiro.

“Cheguei aqui às 11h e nem quero saber se a notícia é falsa ou não, eu quero é ser atendida”, reclamou a dona de casa Cláudia Marcela ao site Estado Notícias. A notícia falsa tem circulado também em redes sociais.

O grande número de eleitores provocou tumulto ainda maior no setor de atendimento do Fórum Eleitoral, onde funcionam os cartórios das 18ª 43ª Zonas Eleitorais. Com poucos funcionários para atender tanta gente, faltou até cadeira e o ar condicionado não suportou a demanda. Hoje fez 32 graus às 13h em Dourados.

O chefe da 18ª Zona Eleitoral, Conrado Rezende, informou que o cadastro biométrico determinado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) será feito de forma gradativa no país.

Em Mato Grosso do Sul, apenas os eleitores de Campo Grande terão de cadastrar as impressões digitais até maio de 2018. Entretanto, em nenhuma cidade do país existe a multa para quem não fizer o cadastro.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions