A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 18 de Agosto de 2019

29/04/2019 08:15

Operação da Polícia Civil prende suspeitos de “tribunal do crime”

Pelo menos nove pessoas foram presas nesta segunda-feira em Dourados, entre elas suspeitos por assassinato ocorrido no dia 18

Helio de Freitas, de Dourados
Um dos presos na operação desta segunda feira chega à delegacia conduzido por agente da Defron (Foto: Adilson Domingos)Um dos presos na operação desta segunda feira chega à delegacia conduzido por agente da Defron (Foto: Adilson Domingos)

A Polícia Civil desencadeou nesta segunda-feira (29) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, a Operação Mortalha, para desmantelar grupos ligados a facções criminosas na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul.

Pelo menos nove pessoas já foram presas e levadas para a 1ª Delegacia de Polícia Civil por agentes do SIG (Serviço de Investigações Gerais) e da Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira).

Entre os presos estão os suspeitos pelo assassinato de Vagner Sebastião dos Santos Haak, 27, o “Bugão”. O corpo dele foi encontrado na manhã do dia 18 deste mês em uma matinha nos fundos do BNH 4º Plano, região sul da cidade.

Foragido do regime semiaberto, Vagner foi torturado e enforcado com uma corda de nylon. Com as mãos e pés amarrados, o corpo foi enrolado em três lençóis e jogado na mata.

Policiais e o perito da Polícia Civil estiveram nesta manhã em uma casa na Vila Cachoeirinha, na mesma região onde o corpo foi encontrado. A suspeita é de que Vagner tenha sido morto no local no chamado “tribunal do crime” – julgamentos feitos por facções criminosas contra seus inimigos.

A polícia ainda não revelou detalhes da operação, mas drogas e duas réplicas de armas foram apreendidas durante os mandados cumpridos hoje.

Veja abaixo imagens da Operação Mortalha:

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions