A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 27 de Março de 2017

01/10/2014 11:25

Operação prende sete pessoas, apreende maconha e quatrocentas munições

Viviane Oliveira
Armas, droga e munições foram apreendias durante operação. (Foto: divulgação/Polícia Civil) Armas, droga e munições foram apreendias durante operação. (Foto: divulgação/Polícia Civil)

A Operação Força Integrada II desencadeada na manhã de ontem (30), em Mundo Novo, 476 quilômetros de Campo Grande, resultou na prisão de sete pessoas, droga e quase quatrocentas munições de diversos calibres. A ação foi composta por policiais civis, com apoio da Polícia Militar da cidade, de Japorã e na faixa de fronteira com o Paraguai.

Foram presos em flagrante acusados de tráfico de drogas, Alex da Silva Oliveira, 18, Júlio César Leite Deo, 18, Márcio César Ferreira Júnior, 22, (acusado de posse de munição e portar drogas para consumo pessoal), João Batista Vieira, 30, (por posse de munição restrita), além de 3 adolescentes de 16 e 17 anos, que foram ouvidos na delegacia e depois liberados.

Com mandado de busca judicial, as equipes policiais foram aos locais identificados durante investigação como sendo ponto de venda de drogas e munições.

O delegado responsável pela operação, Natanael Matias, explica que as denúncias recebidas através do 190, foram encaminhadas a Polícia Civil dando início as investigações. O delegado diz ainda que a maioria dos furtos de pequenos objetos é cometido por usuários de droga. A ação ocorreu nos Bairros Copagril, Universitário, São Jorge e Vila Nova.

Em Japorã, João Batista foi preso depois que policiais encontraram na casa dele, localizada na área rural, 302 munições calibre 22, 32 munições calibre 38, 05 munições calibre 44, 19 munições calibre 380, 11 munições calibre 9 milímetros, três munições 765, sete cartuchos calibre 32 e três calibre 380, uma maleta porta pistola com manual e assessórios, 1 pistola de fabricação artesanal calibre 38 e um celular.

Todo material foi apreendido e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Mundo Novo, que continua com a operação e as investigações. Os envolvidos permanecem detidos na cadeia Pública de Mundo Novo.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions