ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, TERÇA  13    CAMPO GRANDE 30º

Interior

PF deflagra operação após prender 7 pessoas em aeroporto levando droga à Europa

Segunda fase da investigação desarticula organização criminosa que usava "mulas" para transportar drogas

Por Gabriela Couto | 04/03/2021 08:56
Policiais federais contam dinheiro apreendido na manhã desta quinta-feira durante cumprimento de mandados da Operação Ícaro II (Foto Divulgação)
Policiais federais contam dinheiro apreendido na manhã desta quinta-feira durante cumprimento de mandados da Operação Ícaro II (Foto Divulgação)

Foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (04) a segunda fase da Operação Ícaro da PF (Polícia Federal). Os policiais cumprem mandados em Ponta Porã e nas cidades baianas de Salvador, Lauro de Freitas e Porto Seguro. Ao todo são cinco prisões, sendo duas preventivas e três temporárias, além de 14 mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Federal da Seção Judiciária de Salvador.

A ação combate os crimes de organização criminosa na Bahia especializada no tráfico internacional de drogas. Os suspeitos usavam “mulas” para fazer o transporte dos entorpecentes por meio de voos comerciais para a Europa. A droga  era escondida nas malas dos passageiros captados para participarem do esquema, a “mula” recebia R$ 15 mil. Mas o lucro para os cabeças do esquema, dependendo da quantidade transportada, era maior de R$ 500 mil.

Na operação de hoje, a Justiça Federal bloqueou valores em contas bancárias de 11 pessoas físicas e jurídicas investigadas. Um dos envolvidos é integrante da corporação da Polícia Militar do Estado da Bahia até janeiro deste ano.

Esta segunda fase é resultado da investigação dos materiais apreendidos no dia 10 de junho de 2020, quando foi deflagrada a primeira Operação Ícaro na Bahia e em Goiás. Os policiais também conseguiram identificar a movimentação de valores realizada entre os investigados para concretizar a prática da atividade criminosa.

Só entre janeiro e fevereiro do ano passado sete “mulas” que participavam do esquema foram presas em flagrante nos Aeroportos Internacionais Luís Eduardo Magalhães, em Salvador, e Antônio Carlos Jobim – Galeão, no Rio de Janeiro.

Na maioria dos casos, tratava-se de casais tentando transportar cocaína para Lisboa, Portugal, de forma oculta em suas malas. A semelhança do modo de atuação e das circunstâncias levaram à identificação do envolvimento de uma mesma organização criminosa em todos os casos, cujos integrantes estão sendo alvo das medidas judiciais cumpridas até hoje.

Mitologia -  Na mitologia grega, Ícaro era o filho de Dédalo e é comumente conhecido pela sua tentativa de deixar Creta voando. Mas Ícaro morre ao cair nas águas do mar Egeu, mais propriamente na região do mar Icário. Por isso o nome da operação alusiva às tentativas frustradas das "mulas" que queriam transportar a droga de avião para conseguir o dinheiro.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário