ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SEXTA  03    CAMPO GRANDE 29º

Interior

PM encerra festa de casamento com aglomeração e show de Jads e Jadson

Quando viatura se aproximou, convidados fugiram da fazenda onde festa acontecia

Por Clayton Neves | 06/06/2021 20:49
Jads e Jadson em foto abraçando convidados. (Foto: Direto das Ruas)
Jads e Jadson em foto abraçando convidados. (Foto: Direto das Ruas)

A Polícia Militar encerrou na noite de sábado (5) festa de casamento que acontecia em uma fazenda na MS-460, em Maracaju.  Além de aglomeração, o evento clandestino teve participação da dupla Jads e Jadson. Em bandeira vermelha, o município enfrenta a pior fase da pandemia, com mais de 5 mil casos e 75 óbitos.

Festa aconteceu em uma fzenda e não respeitou regras de biossegurança. (Foto: Direto das Ruas)
Festa aconteceu em uma fzenda e não respeitou regras de biossegurança. (Foto: Direto das Ruas)

Em imagens publicadas por convidados nas redes sociais, é possível ver pessoas se abraçando, contrariando o distanciamento de segurança contra a covid-19. O uso de máscara também não é respeitado. A dupla sertaneja, que se apresentou ao lado de outros cantores, também é vista nas fotos.

Na cidade, a festa causou revolta, especialmente entre comerciantes. “Até cantor famoso esteve na festa. Os órgãos de fiscalização estão fazendo um ótimo trabalho apenas para punir os pobres e pequenos comerciantes”, publicou um morador em um grupo da cidade.

Na noite deste domingo (6), a prefeitura de Maracaju emitiu uma nota dizendo que foi até o local, mas na abordagem, encontrou apenas 25 pessoas no local. “Ao avistar a viatura policial, alguns convidados se evadiram da festa, porém, todas pessoas que estiveram no local, e que seja comprovada a presença dos mesmos por fotos, ou vídeos, também serão penalizadas, assim como as empresas fornecedoras”, diz o texto.

Também neste domingo, um dia depois da festa, três pacientes que estavam internados no Hospital Soriano Corrêa da Silva, foram transferidos para tratamento em São Paulo.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário