ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, TERÇA  13    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Polícia confronta multidão em protesto pela renúncia do presidente do Paraguai

Manifestantes pedem a saída do presidente Mario Abdo Benítez, diante do colapso da saúde por conta da pandemia

Por Adriano Fernandes e Helio de Freitas | 05/03/2021 20:05


Milhares de manifestantes saíram nas ruas de Assunção, Capital do Paraguai, na noite desta sexta-feira (05) pedindo a renúncia do presidente do país, Mario Abdo Benítez, diante do colapso da saúde por conta da pandemia.

Mais cedo, o ministro da Saúde do Paraguai, Julio Mazzoleni, renunciou ao cargo, um dia depois de ter perdido o apoio do Senado em meio a uma crise causada pela falta de medicamentos nos hospitais públicos lotados do país.

As forças policiais utilizaram balas de borracha e gás lacrimogêneo, além de água e cavalaria para dispersar a multidão, no momento em que eles tentavam contornar um bloqueio policial para seguir em direção ao Palácio do Governo.

Vídeos adquiridos pela reportagem, mostram os policiais protegidos com escudos, sendo confrontados pelos manifestantes. Imagem aérea também retrata as ruas próximas do prédio do governo, completamente tomadas pela multidão. O protesto é chamado de "Sou a favor de março de 2021".

Ao jornal paraguaio ABC Color, o comissário Silvino Leguizamón informou que os manifestantes foram orientados a permanecer no perímetro reservado ao protesto, mas diante da desobediência dos participantes os policiais foram forçados a agir.

A sede da polícia paraguaia teria sido atacada com pedras e pelo menos uma pessoa ficou gravemente ferida na manifestação, e foi levado a um hospital da cidade em uma ambulância.




Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário