A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

14/06/2016 14:42

Policiais dizem que foram espancados por índios e perderam armas

Policiais civis, militares e federais estão reunidos em Caarapó discutindo uma operação para ir ao local do confronto; carreta teria sido queimada e outras duas fazendas ocupadas

Helio de Freitas, de Dourados
Policiais reunidos em Caarapó para definir operação em área de confronto (Foto: Sidney Bronka/94 FM)Policiais reunidos em Caarapó para definir operação em área de confronto (Foto: Sidney Bronka/94 FM)
Policial mostra marcas provocadas por agressões de índios (Foto: Sidney Bronka/94 FM)Policial mostra marcas provocadas por agressões de índios (Foto: Sidney Bronka/94 FM)

Três policiais militares do batalhão de Caarapó, município a 283 km de Campo Grande, foram espancados por índios que ocupam a fazenda Ivu, nos arredores da aldeia Tey Kuê, e perderam as armas. O fato ocorreu na manhã de hoje (14), quando a equipe da PM foi ao local para verificar a denúncia de que funcionários da fazenda estariam sendo mantidos como reféns dos índios.

Os PMs estão com ferimentos na cabeça, nas costas e nos braços, provocados por golpes com pedaço de pau. Eles foram libertados depois que uma equipe da força tática foi ao local e conseguiu convencer os índios a soltar os reféns, mas teriam perdido pistolas e uma escopeta calibre 12.

Neste momento, policiais militares e civis, agentes da Polícia Federal, da PRF (Polícia Rodoviária Federal), do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e homens do Corpo de Bombeiros estão reunidos no batalhão da PM, definindo uma força-tarefa para ir ao local onde índios e produtores rurais entraram em confronto na manhã de hoje.

As informações são de que um agente de saúde indígena, identificado como Clodiodo Rodrigues de Souza, 25, morreu ao dar entrada no Hospital São Mateus, em Caarapó. Pelo menos outras sete pessoas ficaram feridas, três já foram transferidas para o Hospital da Vida, em Dourados, e as outras quatro estão a caminho.

Mais fazendas ocupadas – Na cidade de Caarapó circulam informações de que pelo menos outras duas fazendas teriam sido ocupadas pelos índios após o confronto com os fazendeiros. A estrada que liga o município a Laguna Carapã foi bloqueada e uma carreta que tentou passar pelo bloqueio teria sido incendiada.



Aí mata uma desgraça de um safado se dizendo indígena, bate a até as Nações Unidas aqui.
 
Monica Marcato em 14/06/2016 20:33:55
Agora, a Anta e sua quadrilha, composta pelo CIMI,MST,MTST,CUT,UNE etc...devem estar satisfeitos. Prender e bater em policiais, só nessa Republica de Banânia mesmo.
Ah, se fosse nos USA,,,apontar uma arma para um policial, é execução sumária...Que a nossa poliícia aprenda a lição...
 
Barbarossa em 14/06/2016 17:50:01
Como assim "dizem que foram espancados"? Ridículo esse jornaleco. Os PMs foram covardemente agredidos e essa imprensa quer gerar dúvida? Policial sai de casa deixa família para talvez não voltar. Vira refém de índios um serviço que é da PF daí tem que ouvir isto. Dúvido que publiquem. Acham que eles se bateram?
 
Joao em 14/06/2016 16:26:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions