ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 33º

Interior

Por vingança, bandidos executam mais um parente de criminoso foragido

Viviane Oliveira | 22/06/2015 07:45
Tozinho é um dos bandidos mais procurado da fronteira. (Foto: divulgação/Polícia Civil)
Tozinho é um dos bandidos mais procurado da fronteira. (Foto: divulgação/Polícia Civil)

Mais um parente de Eberton Pavon Vaes, conhecido por “Tonzinho” foi executado em Coronel Sapucaia, distante 400 quilômetros de Campo Grande. Dessa vez foi o irmão dele, Reginaldo Pavon Vaes, 23 anos, morto com mais de 15 tiros de fuzil na noite de ontem (21), em um bar na Vila Nova. Ele é o terceiro da mesma família a ser assassinado em menos de 30 dias.

Segundo a polícia, a vítima estava em um bar quando foi surpreendida por dois homens que chegaram em uma caminhonete branca, de placa paraguaia. Um dos ocupantes disparou vários tiros em direção a vítima. Após o crime, os autores fugiram.

A polícia acredita que crime tenha sido cometido para vingar as ações criminosas praticadas por Tonzinho, que está foragido. Ele é considerado um dos bandidos mais perigosos da região e é procurado pelas polícias do Brasil e do Paraguai.

Execução - No dia 31 do mês passado, os tios de Tonzinho, Antônio Pavon, 37, e Ivaldo Pavon, 40, foram executados com tiros de pistola 9mm dentro de casa. Segundo o delegado responsável pelo caso, Roberto Duarte Faria, toda a família de Tonzinho corre risco de se tornar alvo de outras ações criminosas.

Ainda de acordo com a polícia, os indícios são de que os irmãos assassinados eram pessoas trabalhadoras e que não tinham envolvimento com o crime. A família ainda alegou que o tios e sobrinho mantinham bom relacionamento. Já Tonzinho tem extensa ficha criminal, que vão desde homicídio a roubos a mão armada.

Nos siga no Google Notícias