ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  28    CAMPO GRANDE 28º

Interior

Porcos morrem e mulher acusa vizinho de envenenar animais com agrotóxicos

Mulher ainda disse que tem medo de vizinho envenenar água do poço da família

Por Dayene Paz | 30/11/2021 15:45
Polícia Civil de Jardim, que investiga o caso. (Foto: Divulgação)
Polícia Civil de Jardim, que investiga o caso. (Foto: Divulgação)

Moradora da Aldeia Laranjal, em Jardim, a 236 quilômetros de Campo Grande, procurou a Polícia Civil depois de ter três porcos envenenados e mortos. Ela acusa o vizinho do envenenamento, pois, de acordo com a mulher, é o único que mexe com produtos químicos na região. O caso foi registrado nesta terça-feira (30) como maus-tratos ou ferir animais se ocorre morte.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher contou que ao chegar em casa nesta segunda-feira (29), deu falta de três porcos de sua criação. Ela começou a procurar os animais, quando localizou dois porcos mortos e um agonizando, com espasmos musculares, soltando secreção pela boca e ânus, apresentando tremores corporais e convulsões.

A mulher disse que o animal aparentava estar envenenado, com sinais que se assemelham a intoxicação por agrotóxico. Disse ainda suspeitar que os animais foram envenenados com algum tipo de agrotóxico utilizado para matar vegetação e que na Aldeia Laranjal, a única pessoa que utiliza deste tipo de produto químico é um idoso de 61 anos.

Na delegacia de polícia, ainda declarou que teme pela vida da família, pois o vizinho tem comportamento agressivo com ela e os filhos. Na aldeia, segundo ela, a família utiliza um poço para consumirem água, por esse motivo, procurou a polícia, pois teme que o homem envenene sua água.

Nos siga no Google Notícias