A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Fevereiro de 2017

16/02/2013 09:58

Presos queimam colchões, quebram parede e jogam tijolos em policiais

Rebelião foi na cadeia pública de Aparecida do Taboado. Foi preciso chamar militares em folga

Nadyenka Castro
Cadeia pública em Aparecida do Taboado foi palco de rebelião nesta madrugada. (Foto: Perfil News)Cadeia pública em Aparecida do Taboado foi palco de rebelião nesta madrugada. (Foto: Perfil News)

Quarenta presos da cadeia pública de Aparecida do Taboado, município a 481 quilômetros de Campo Grande, queimaram colchões, quebraram paredes e jogaram nos policiais e nos bombeiros. A rebelião aconteceu por volta das 11h30min dessa sexta-feira.

De acordo com boletim de ocorrência, alguns dos detentos estavam encapuzados, conseguiram sair das celas e ameaçaram os policiais. Militares em folga e de Paranaíba foram chamados para ajudar a conter a rebelião.

O Corpo de Bombeiros conseguiu conter o incêndio, mesmo com os presos atirando tijolos. Seis balas de borracha foram atiradas em direção aos detentos, mas nenhum deles foi alvejado.

Nem os tiros de elastômero fizeram os presos parar com o tumulto. Os policiais então entraram nas celas, foram recebidos novamente com tijolos e revidaram com granadas de contenção.

Os detentos então voltaram às celas e deram fim à rebelião. Vinte e cinco foram transferidos da cadeia pública para presídios estaduais.

Após flagra de transporte de agrotóxicos, homem é multado em R$ 15 mil
Um homem foi flagrado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) transportando ilegalmente 600 kg de agrotóxicos e foi multado em R$ 15 mil pela PMA (Polí...
Acidente entre dois carros mata cinco pessoas na BR-060
Cinco pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida em acidente envolvendo dois veículos na BR 060, município de Camapuã, na tarde deste domingo (26...
No segundo dia da "Operação Carnaval", polícia multa 34 motoristas em 2 cidades
Durante Operação Carnaval, realizada pelo 11º Batalhão de Polícia Militar em Jardim e em Nioaque, 235 pessoas foram abordadas e 34 motoristas foram m...



Até quando isso vai acontecer, lugar de bandido de preso e em presidio. E os Direitos humanos? sera que foram ver a situação dos policiais atingidos?...é cada vez estamos no fim do mundo mesmo. Presos , bandidos fazem o que quer e não acontece nada....eee tempo antigo que não volta +..
 
Marcos Silva em 16/02/2013 17:41:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions