A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Maio de 2019

23/11/2018 11:32

Procurado por esfaquear mulher, Hugleice estava com celular da vítima

O suspeito está com mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça de MT

Guilherme Henri e Helio de Freitas, de Dourados
Hugleice da Silva após ser preso pela PRF ontem (Foto: Direto das Ruas)Hugleice da Silva após ser preso pela PRF ontem (Foto: Direto das Ruas)

Procurado há 5 dias por esfaquear a esposa em MT, Hugleice da Silva, 35 anos, acabou preso ontem (22) durante fiscalização de rotina no posto da PRF (Polícia Rodoviária Federal) no quilômetro 267, da BR-163, quando chegava em Dourados – a 233 quilômetros da Capital. O suspeito estava com o celular da mulher.

Hugleice está envolvido em um dos casos mais polêmicos do Estado. Em 2011, ele levou a cunhada Marielly Barbosa, 19 anos, para fazer um aborto que terminou em morte. Na época, a polícia apurou que os dois tinham um caso. Ele negou que o filho que a moça esperava era dele. Porém, o que chama a atenção é que anos depois Hugleice continuou casado com a irmã de Marielly – a vítima esfaqueada no domingo (18).

O suspeito estava em um Fiat Pálio quando foi abordado por policiais rodoviários federais. Ele foi preso e levado ao 1º Distrito Policial do município. Hugleice está com mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça de MT.

Hugleice e Mayara moravam no Jardim Santa Maria, em Rondonópolis (MT). No domingo, o suspeito viu algo que não gostou no celular da vítima e em seguida a esfaqueou. Depois do crime, Hugleice fugiu com o carro do casal, um Palio prata.

A vítima conseguiu pedir ajuda e socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o Hospital Regional do município mato-grossense. O quadro clínico da mulher é estável.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions