A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Junho de 2017

23/04/2015 20:07

Sesau disponibiliza 13 profissionais do CCZ para dar suporte no combate à raiva

Daniel Machado

A partir desta quinta-feira (23) a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública de Campo Grande) estará disponibilizando três veterinários e 10 profissionais de trabalho em campo, do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), para dar suporte ao trabalho de combate à raiva, no município de Corumbá, que atualmente passa por surto de raiva animal e onde um homem foi infectado pelo vírus e há 10 dias recebe tratamento no Hospital Universitário, em Campo Grande.

“Os profissionais já começaram a se deslocar para o município, onde permanecerão durante toda a próxima semana, intensificando a vacinação para os cerca de 24 mil animais daquela região, entre cães e gatos, e ainda capturando os que já estão doentes”, explica a diretora de Vigilância em Saúde da Sesau, Márcia Dal Fabbro.

Duas veterinárias, diretoras do CCZ, já se deslocaram para Corumbá para dar início à estratégia de trabalho. O restante dos profissionais se desloca no domingo (26). “A nossa preocupação é a migração desses animais doentes para outros municípios e Campo Grande é referência em estratégia de trabalho contra a raiva. Desde 1968, não registramos nenhum caso da doença em humanos ”, enaltece Dal Fabbro.

Sobre a raiva - A raiva é uma doença transmitida do animal ao homem. É causada por vírus e é mortal tanto para o animal como para os seres humanos. É transmitida pela saliva de um animal doente através da mordida, arranhão ou lambedura. O cão e o gato são transmissores, mas outros animais como o morcego, o macaco e a raposa, podem passar a raiva. O último caso registrado de transmissão por animais domésticos para humanos em Campo Grande foi em 1968, ou seja, há 47 anos.

Campo Grande - Desde 2005, a população campo-grandense de cães e gatos, estimada em 106 mil, segundo dados de 2014, recebe a vacinação na própria residência. A ação ocorre normalmente no mês de junho. A ação realizada de porta em porta é um pioneirismo de Campo Grande.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Campo Grande. 

Serviço - Para orientações e retirada de morcegos que adentrarem as residências, o morador deve entrar em contato com o CCZ pelo telefone 3313-5000. O Centro esta localizado na av. Sen Filinto Müller, 1601 – Jd. Ipiranga e está aberto para a vacinação antirrábica em animais todos os dias, das 7h às 21h.

Corpo de pescador que estava desaparecido há quatro dias é encontrado boiando
O corpo do pescador João Dias da Silva, 54, desaparecido desde sexta-feira (23), foi encontrado às margens do rio Paraná, ontem (27) em Naviraí, dist...
Homem fica ferido ao ser esfaqueado na cabeça após discutir com colega
Homem de 45 anos ficou gravemente ferido ao ser esfaqueado várias vezes na cabeça por um colega, que foi identificado, mas não foi preso. O crime aco...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions