A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

25/02/2019 15:58

Sindicato defende policial que prendeu desafeto durante programa de rádio

Entidade classifica as publicações de José Carlos em redes sociais como “caluniadoras”.

Gabriel Neris
Policial invade emissora de rádio, onde José Carlos concedia entrevista (Foto: Reprodução)Policial invade emissora de rádio, onde José Carlos concedia entrevista (Foto: Reprodução)

O Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais Civis) publicou nota defendendo o policial Antônio Marcos Roque da Silva, que havia detido José Carlos Pereira da Silva, de 40 anos, durante entrevista ao vivo na última sexta-feira (22) a um programa de rádio de Coxim, a 260 km de Campo Grande.

A entidade classifica as publicações de José Carlos em redes sociais como “caluniadoras”. “Mesmo não tendo apresentado nenhuma prova sobre as situações que relata, José Carlos frequentemente imputa crimes a servidores públicos”, alega.

O rapaz foi preso no dia 19 após divulgar um vídeo no Facebook com afirmações negativas contra três investigadores. Por conta desse material ele foi preso por calúnia e difamação. Na audiência de custódia foi determinada a proibição de que ele divulgasse novos vídeos envolvendo as vítimas e os fatos expostos.

“Notoriamente conhecido pela comunidade por denegrir a imagem de cidadãos da região, José Carlos foi preso várias vezes e tem ampla ficha criminal, desde ameaça e lesão corporal, injúria, difamação, perturbação da tranquilidade, disparo de arma de fogo e até mesmo homicídio”, completa a nota do Sinpol-MS.

A Corregedoria da Polícia Civil instaurou procedimento para “a completa apuração das circunstâncias” que envolveram a prisão do rapaz. Na ação filmada e transmitida ao vivo pela internet, o policial é visto pegando José Carlos pelo pescoço e o joga no chão, pedindo que o programa seja tirado do ar, citando a medida cautelar assinada pelo juiz Claudio Müller Pareja.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions