A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

08/07/2016 14:58

Tremor sentido por moradores foi causado por explosão em pedreira

Renata Volpe Haddad
Explosivos foram usados em detonação na pedreira. (Foto: Edição de Notícias/ PC de Souza)Explosivos foram usados em detonação na pedreira. (Foto: Edição de Notícias/ PC de Souza)

Uma explosão na pedreira, localizada a 20 quilômetros de Coxim, distante 260 km de Campo Grande, foi o que causou o tremor que assustou moradores da cidade, por volta de 12h15 desta sexta-feira (8).

Funcionários da pedreira Guaxe, confirmaram ao site Edição de Notícias, a detonação de explosivos, que tenha sido talvez, a maior dos últimos tempos. Segundo os funcionários, as explosões estão acontecendo aproximadamente uma vez por mês.

As explosões são feitas para produção de pedras, de vários tipos, para atender a empresa CCR MS Via. Atualmente a pedreira é de responsabilidade da Guaxe, que presta serviços para a concessionária.

De acordo com o gerente da empresa, Rodrigo Lima, as explosões obedecem todos os critérios da legislação, inclusive são acompanhadas pelo Exército. De acordo com o gerente, minutos antes de detonar os explosivos a secretaria de Desenvolvimento Sustentável é informada.

Ele relata que, infelizmente, por questões de segurança, a empresa não pode emitir alerta com antecedência. Toda essa segurança é para evitar roubo dos explosivos, que são alvos de bandidos especializados em assaltos à bancos, principalmente.

A reportagem do Campo Grande News entrou em contato com o Centro de Sismologia da USP (Universidade de São Paulo) e foi informada que nenhum tremor foi registrado em Coxim.

Caso – Moradores de Coxim sentiram tremores no início da tarde de hoje. Janelas tremeram por alguns segundo e muitas pessoas chegaram a acreditar que poderia ser um tremor de terra igual ao que aconteceu em 2009.

Em 15 de junho de 2009, um terremoto de 4,8 graus na escala Richter fez a terra tremer em Coxim e outros municípios da região norte do Estado, assustando a população. O epicentro do abalo foi uma área pouco habitada no Pantanal.

Pela segunda vez no ano, moradores se assustam com tremor de terra
Moradores do município de Coxim, distante 260 quilômetros de Campo Grande, se assustaram com  tremor de terra no começo da tarde desta sexta-feira, 8...
Moradores afirmam terem sentido tremores de terra no início da tarde
Alguns moradores de Coxim - cidade localizada a 260 km de Campo Grande - relataram terem sentido um pequeno tremor no início da tarde desta terça-fei...
Padrasto é suspeito de tentar matar a tiros jovem de 26 anos
Polícia Civil de Eldorado, a 447 quilômetros de Campo Grande, investiga uma tentativa de homicídio, na madrugada de hoje (18), no distrito de Morumbi...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions