A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

02/04/2019 08:02

Vítima de feminicídio havia rompido com o ex-marido há uma semana

O suspeito morava no assentamento Patagônia e ainda não foi localizado. Policiais fazem buscas para localizá-lo

Viviane Oliveira
Casa onde o casal foi encontrado morto (Foto: Site Liga da Justiça)Casa onde o casal foi encontrado morto (Foto: Site Liga da Justiça)

Foi identificada como Maria das Graças da Hora Pereira, 50 anos, a mulher que foi encontrada morta com ao menos 20 facadas. O namorado dela, Laércio Pereira de Souza, 63 anos, também foi morto. Os corpos foram encontrados na manhã de ontem (1º) na casa onde viviam no assentamento Paraíso, em Terenos, distante 25 quilômetros de Campo Grande.

O principal suspeito pelos crimes é o ex-marido da vítima. O nome dele não foi divulgado para não atrapalhar as investigações. Maria das Graças havia rompido com o ex há uma semana. Ele, que está foragido, não aceitava o fim do relacionamento.

Tudo indica, conforme a polícia, que o casal foi morto por volta das 16h de domingo (31). Os corpos foram encontrados por um conhecido que trabalhava com Laércio. Ao chegar ao local, a testemunha encontrou Laércio do lado de fora da residência, caído próximo a uma cerca, com dois tiros na nuca. Já a mulher foi morta a facadas dentro da casa do namorado.

Equipes fazem buscas para encontrá-lo. Maria tem filhos com o suspeito e os dois foram casados durante muito tempo. Ela não havia registrado nenhum boletim de ocorrência contra o ex. Até então, o suspeito pelo duplo homicídio não tinha passagem pela polícia.  

Nos primeiros quatro meses deste ano, 11 mulheres foram assassinadas de forma brutal no Estado, de acordo com dados da Sejusp (Secretária do Estado de Justiça e Segurança Pública). São três casos a mais, se comparados com o mesmo período do ano passado. Em 2018, 32 mulheres foram vítimas de feminicídio em MS.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions