A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

16/12/2009 17:33

Investigado em operação da PF é eleito presidente do TRF

Redação

O desembargador Roberto Haddad foi eleito, nesta quarta-feira, o novo presidente do TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), que abrange Mato Grosso do Sul e São Paulo. Ele foi eleito após a eleição de Paulo Octávio Baptista Pereira foi cancelada pelo Supremo Tribunal Federal.

O vice-presidente será André Nabarrete e a desembargadora Suzana Camargo, corregedora geral. Segundo a Folhaonline, Haddad foi investigado na Operação Têmis, realizada pela Polícia Federal em 2007. Acusado de exploração de prestígio, advocacia administrativa qualificada e posse ilegal de arma de uso restrito, ele só se tornou réu no Superior Tribunal de Justiça pelo último crime.

Na ocasião, o advogado de Haddad, José Eduardo Alckmin, disse que o desembargador coleciona armas e a citada no processo, uma caneta importada que dispara bala, consta em registro do Exército.

Na semana passada, por 6 votos a 2, o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu anular a eleição em que o desembargador Paulo Octávio Baptista Pereira foi escolhido presidente do TRF da 3ª Região.

Suzana contestou a eleição de Pereira à presidência do TRF porque, segundo ela, o desembargador não poderia concorrer por ter exercido por quatro anos cargos de direção no TRF.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions