A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Junho de 2018

07/03/2008 14:09

Jovem que matou filho recém-nascido tem alta e é presa

Redação

Recebeu alta nesta tarde do Hospital Santa Catarina, em Jateí, a adolescente Valdenice da Silva, 18 anos, acusada de matar o filho recém-nascido queimado, ontem, em Jateí. Ela foi levada para delegacia de Polícia Civil da cidade, onde vai prestar depoimento e ficará presa.

Valdenice será indiciada por dois crimes, infanticídio, que tem pena entre 2 e 6 anos de prisão, e ainda ocultação e destruição de cadáver, cuja pena prevista é entre 1 e 3 anos.

Os crimes aconteceram em uma fazenda que fica a 90 quilômetros de Jateí. A jovem escondeu a gravidez dos pais, teve a criança sozinha, colocou em uma vala que serve de lixeira e pediu ajuda ao pai para por fogo.  A mãe da jovem descobriu a presença do bebê depois de ir ao banheiro da casa e ver vestígios de sangue. O menino já estava morto.

O laudo necroscópico, feito em Naviraí, indentificou que o menino nasceu vivo. A adolescente havia dito ao delegado que cuida do caso, Marcelo  Renato Rodrigues de Lima Alonso, que decidiu queimar a criança por achar que ela estava morta.

O delegado não soube informar se Valdenice ficará em uma cela sozinha ou junto com outras mulheres.

IFMS divulga resultado da seleção de jovens e adultos para os cursos técnicos
O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) publicou nesta sexta-feira, 22, o resultado preliminar do processo seletivo para ingresso em cursos ...
SUS incorpora novos tratamentos para doenças raras
A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias aprovou novas opções de cuidado para quem sofre de doenças raras no Brasil. Os tratamentos, de aco...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions