A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

20/11/2008 08:44

Militares são acusados de invadir território paraguaio

Redação

Soldados do Exército brasileiro são acusados invadir território paraguaio durante uma operação de controle da fronteira. A informação foi divulgada pela Agência Efe, de Assunção, no Paraguai.

Conforme relatório divulgado pela agência, cerca de 30 militares da 17ª Brigada de Cavalaria Mecanizada de Amambai, em Mato Grosso do Sul, invadiram o país vizinho por Palmeirinha, distrito de Amambai. A ação foi comandada pelo capitão Pedro Porto e utilizou ainda dois tanques de guerra e duas caminhonetes, informa a Efe.

O fato foi denunciado por autoridades paraguaias. Ao ser advertido, o comandante da ação, explicou que realizava na região controles rotineiros na linha fronteiriça.  "Estavam em território paraguaio, pediu desculpas, alegando ter ingressado por desconhecimento", informa o texto divulgado pela agência.

Antes de retornar ao território brasileiro, militar se desculpou com o coronel paraguaio Pastor Ferrerira, comandante do batalhão de fronteira RC4 Acá Carayá.

Contrabando - Nesta terça-feira, o Exército brasileiro deu início a Operação Cadeado nas fronteiras de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, que tem por objetivo combater o contrabando.

A ação que está na sua quarta edição, conta com o apoio da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, da Secretaria da Receita Federal, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis e de órgãos de segurança pública de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, totalizando cerca de 2.300 km.

Participam da operação as unidades orgânicas da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada: 10º Regimento de Cavalaria Mecanizado (Bela Vista), 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado (Ponta Porã), 17º Regimento de Cavalaria Mecanizado (Amambai), 20º Regimento de Cavalaria Blindado (Campo Grande), 9º Grupo de Artilharia de Campanha (Nioaque) e 4ª Companhia de Engenharia de Combate Mecanizada. Todas as atividades são coordenadas pelo Comando Militar do Oeste. A operação não tem data definida de término.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions