A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

09/03/2016 17:58

Ministério libera R$ 18,3 milhões para reconstrução de pontes em MS

Michel Faustino
O governador Reinaldo Azambuja (à esquerda) durante reunião com o ministro interino Carlos Vieira (direita) e parlamentares de MS. (Foto: Divulgação)O governador Reinaldo Azambuja (à esquerda) durante reunião com o ministro interino Carlos Vieira (direita) e parlamentares de MS. (Foto: Divulgação)

O governo de Mato Grosso do Sul firmou acordo nesta quarta-feira (9), em Brasília (DF), com o Ministério da Integração Nacional, que garantirá o repasse de R$ 18,3 milhões para reconstrução de 28 pontes danificadas em razão das chuvas de dezembro, em 11 municípios. O termo de compromisso pelo ministro interino, Carlos Vieira, e pelo governador, Reinaldo Azambuja (PSDB).

As pontes estão localizadas em Iguatemi (5), Deodápolis (4), Tacuru (4), Amambai (3), Paranhos (3), Jutí (2), Novo Horizonte do Sul (2), Sete Quedas (2), Bela Vista (1), Caarapó (1) e Coronel Sapucaia (1).

“Este é o primeiro plano de trabalho no qual serão atendidas essas 28 pontes que serão de concreto , mas o Governo do Estado já enviou outros planos de trabalho para o Ministério para poder alinhar essa emergência”, explicou o governador Reinaldo Azambuja.

Azambuja ressaltou que o volume de chuva é o maior dos últimos 50 anos e que o Estado tem disponibilizado recursos próprios nas ações, já que outras pontes também foram atingidas.

Para o governador, a assinatura do acordo reforça a parceria entre o Governo Federal, Estadual e a bancada federal, sob coordenação do senador Waldemir Moka, tida como fundamental no pleito.

“Queremos amenizar o sofrimento dessas pessoas que estão isoladas e restabelecer o ir e vir delas com tranquilidade e segurança”, disse. O Estado já disponibilizou R$ 70 milhões para atender as erosões, restabelecer tubos, galerias de água, travessias levadas pelas chuvas e recomposição de aterros.

O secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, também reforçou os outros dois planos de trabalho que já estão sob análise da Defesa Civil Nacional e que serão assinados posteriormente. “Devem vir mais umas 30, 35 pontes para o próximo pleito”.

Levantamento - O último levantamento da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil revelou que 92 pontes foram destruídas ou danificadas em Mato Grosso do Sul. No entanto a análise técnica do Ministério da Integração havia considerado apenas 30 pontes, e em virtude dos demais planos de trabalho, o acordo de hoje contemplou 28. Serão beneficiados os municípios de Amambai, Bela Vista, Caarapó, Coronel Sapucaia, Deodápólis, Iguatemi, Juti, Novo Horizonte do Sul, Paranhos, Sete Quedas e Tacuru.

Reunião - A assinatura do acordo foi acompanhada pelos deputados federais Vander Loubet e José Orcírio Miranda dos Santos, Carlos Marun e Geraldo Resende, Tereza Cristina Corrêa da Costa , Luiz Henrique Mandetta , Dagoberto Nogueira e Elizeu Dionísio.Também acompanharam a assinatura do acordo o secretário nacional de Defesa Civil, coronel Adriano Pereira; representantes do Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Olmo Xavier e Hélber Jordão; o chefe da Defesa Civil do Estado, coronel Isaías Bittencourt e o prefeito de Nova Andradina, Roberto Hashioka.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions