A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/06/2008 22:57

Ministra pede fim das penas para quem pratica aborto

Redação

A ministra da Secretaria Especial de Políticas para Mulheres, Nilcéia Freire, defendeu hoje o fim das penalidades previstas para a prática de aborto no País. A afirmação foi durante audiência na Câmara Federal que discutiu o processo contra mulheres suspeitas da prática de aborto em Mato Grosso do Sul.

Nilcéia argumentou que um estudo realizado pela secretaria indica que a taxa de mortalidade de mulheres por complicações durante o aborto é praticamente nula em países que adotaram uma legislação mais flexível. Segundo ela, o estudo indica ainda que o número de abortos não aumentou nesses lugares.

A pesquisa foi realizada pela Comissão Tripartite coordenada pela secretaria que, há dois anos, elaborou uma proposta que acaba com a criminalização do aborto no Brasil. Essa proposta chegou a ser apresentada ao Congresso Nacional pela então senadora Jandira Feghalli (PCdoB-RJ), mas não andou. A senadora não foi reeleita, e a proposta foi arquivada.

A ministra ressaltou que não defende o aborto como método contraceptivo. 

Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions